Caxias é melhor em campo, mas fica no empate com o Atlético-PR e está eliminado - Esportes - Pioneiro

Copa do Brasil30/01/2018 | 23h25Atualizada em 31/01/2018 | 00h04

Caxias é melhor em campo, mas fica no empate com o Atlético-PR e está eliminado

Time paranaense tinha a vantagem da igualdade e avança no torneio nacional

Caxias é melhor em campo, mas fica no empate com o Atlético-PR e está eliminado Porthus Junior/Agencia RBS
Caxias, de Nicolas, foi melhor mas não conseguiu a vitória Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Caxias bem que tentou, pressionou, atacou, mas não conseguiu o gol da classificação. O empate em 0 a 0 com Atlético-PR, na noite desta terça, no Centenário, deu ao time paranaense o direito de seguir na Copa do Brasil. Ao time grená, resta o Gauchão onde segue 100% e domingo encara o São José-PoA, em casa.

Leia Mais
Em jogo disputado, Caxias Basquete perde para estrelado Franca por 82 a 74 fora de casa
Liberado, Ricardo Jesus viaja às pressas e pode estrear pelo Juventude na Copa do Brasil

O primeiro tempo foi inteiro do Caxias. A equipe do técnico Winck foi incisiva em todas as suas chegadas, mas não conseguiu efetivar isso em gol.

A primeira chegada foi aos cinco minutos. Nicolas puxou o ataque e cruzou forte, mas Túlio Renan cabeceou para fora. Um minuto depois, Cleiton arriscou da entrada da área. Jogando no campo rival, a equipe grená ainda teve chance aos 16. Júnior Alves subiu mais alto que todo mundo, após cobrança de escanteio e cabeceou para fora.

O Furacão teve uma boa finalização com Raphael Veiga, aos 18. Ele arriscou de longe e Gledson fez a defesa. Mas o time da elite nacional pouco produziu ofensivamente, foi encaixotado na marcação. Já o Caxias arrancou "uh" da torcida.

Aos 33, Cleiton tentou surpreender o goleiro, cruzou direto ao gol e obrigou o goleiro Santos se esticar todo, evitando o gol. Um minuto depois, Julinho soltou a bomba, do lado esquerdo da área, e o goleiro do Furacão defendeu. A primeira etapa foi toda grená.

A volta do intervalo teve um jogo mais franco. Com a necessidade do resultado, o time de Winck foi ao ataque e deixou espaços. Logo aos dois, Ribamar perdeu um gol para o Atlético. Após cobrança de escanteio, a defesa grená não afastou e o atacante do clube paranaense recebeu sozinho na pequena área. Ele concluiu e Júnior Alves apareceu para salvar.

Aos seis, nova chegada do rubro-negro. Guilherme recebeu na área, pela esquerda, e chutou no contrapé de Gledson. O goleiro grená se esticou e salvou.A resposta da equipe de Winck respondeu aos 10. Diego Miranda chutou fraco.

A melhor chance grená veio aos 16. Gava cobrou falta na área, Laércio escorou para o meio da área e João Paulo furou em bola.Perdeu uma grande oportunidade.

O jogo seguiu com a tônica do primeiro tempo. A equipe grená encaixotou o Atlético no campo defensivo, que aposto nos contragolpes. Winck tentou dar outras saídas ao time, com Daniel Cruz no lugar de Túlio Renan e Carlos André, na vaga de João Paulo.

Pressionando a saída de bola, aos 33, Régis teve uma chance da intermediária. Com o goleiro fora do gol, o volante bateu forte e para fora. Nessa de contragolpe, o Atlético teve a grande oportunidade aos 38. No três contra um, Ribamar ficou sozinho com Gledson. O goleiro grená operou um milagre e salvou.

Um minuto depois, o goleiro grená salvou de novo. Ele e Ribamar fizeram mais um duelo e o Gledson levou a melhor. O Caxias tentou de todas as formas pressionar nos minutos finais. Daniel Cruz até cabeceou no canto, mas Santos pegou. O Furacão amorcegou o fim de jogo e levou a classificação de prêmio.

Ficha técnica:

Caxias: Gledson; Cleiton, Júnior Alves, Laércio e Julinho (Ramon, 36/2º); Régis, Rafael Gava e Diego Miranda; Túlio Renan (Daniel Cruz, 14/2º), João Paulo (Carlos André, 30/2º) e Nicolas. Técnico: Luiz Carlos Winck

Atlético-PR: Santos; Paulo André, Wanderson e Thiago Heleno; Jonathan, Rosseto (Guimarães, 42/2º), Guilherme (Bergson, 25/2º) e Carleto; Nikão (Pablo, 45/2º), Ribamar e Raphael Veiga. Técnico: Fernando Diniz.

Árbitro: Dyorgenes de Andrade, auxiliado por Fabiano Ramires e Vanderson Zanotti. Amarelos: Regis (A), Guilherme (A). Local: Estádio Centenário.

Leia mais
Economia de Caxias entra em rota de crescimento
Mesmo com aumentos, preço médio da gasolina baixou neste mês em Caxias

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros