Caxias aposta em manter a defesa sólida para repetir campanha do ano passado - Esportes - Pioneiro

No Centenário06/01/2018 | 08h00Atualizada em 06/01/2018 | 08h00

Caxias aposta em manter a defesa sólida para repetir campanha do ano passado

Time grená foi a defesa menos vazada do Gauchão de 2017, com 10 gols sofridos

Caxias aposta em manter a defesa sólida para repetir campanha do ano passado Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Zagueiro Jean era titular no ano passado e segue entre os 11 na atual temporada, na qual se tornou capitão da equipe Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Mais do que tentar repetir a campanha de 2017, manter o sistema defensivo como ponto forte do time é a missão do Caxias para o Gauchão 2018. Com apenas 10 gols sofridos em 15 jogos, a equipe grená foi a dona da melhor defesa do campeonato do ano passado – quando chegou à semifinal e encerrou como campeão do Interior.

Daquele time, também treinado por Luiz Carlos Winck, apenas o zagueiro Júnior Alves não estava no Caxias. Os outros três zagueiros – Jean, Geninho e Laércio – , seguem no setor com o maior número de remanescentes de uma temporada para outra. 

Um pouco mais adiantado, o volante Marabá é outro que permaneceu e quer ver a equipe se mantendo forte no quesito da marcação.

– Temos que ter peças do mesmo nível do ano passado e fazer o mesmo tipo de trabalho. Precisamos saber que a marcação é a prioridade – resume o experiente volante de 31 anos, titular em 2017.

Com desconforto muscular, Marabá não treinou na tarde de sexta-feira. Além dele, o também volante Guto Dresch, com dores no adutor da coxa esquerda, ficou fora da atividade realizada no CT Baixada Rubra. 

Com isso, Diego Miranda e Rafael Gava atuaram juntos no meio, apenas com Gilson como volante. Uma formação mais ofensiva, mas que, segundo Diego Miranda, conta com o empenho de todos para não enfraquecer a marcação.

Na defesa, a única alteração da equipe titular foi Igor Bosel no lugar de Cleiton, na lateral direita. A dupla de zaga com Jean e Júnior Alves foi mantida, assim como Julinho na lateral esquerda. Um setor cada vez mais consolidado no time grená. Independentemente de quem forem os volantes, sustentação defensiva é o que pede o zagueiro Jean.

– Esse elenco é muito parecido na humildade. E na defesa sempre falamos que os volantes são importantes para andar junto com a nossa linha de quatro defensores, são os motorzinhos – comenta o capitão.

Antes da estreia, o Caxias faz amistoso contra o São José-PoA, na quarta-feira, no Centenário.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros