Após semana de pausa, Caxias do Sul Basquete se reapresenta para sequência da temporada - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

NBB 1006/01/2018 | 11h20Atualizada em 10/01/2018 | 22h51

Após semana de pausa, Caxias do Sul Basquete se reapresenta para sequência da temporada

Equipe tenta liberação do ala Warren para o jogo do próximo dia 10, contra o Vasco, em casa

Após semana de pausa, Caxias do Sul Basquete se reapresenta para sequência da temporada Marcelo Casagrande / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS / Agência RBS

O ano começou para o Caxias do Sul Basquete/Banrisul na sexta-feira, quando o time voltou aos treinamentos no Ginásio do Vascão. Ou quase isso. A temporada ainda é a mesma e o NBB 10 continua para a equipe – que já alcançou seis vitórias. Por isso, é importante que no retorno do recesso de uma semana, o grupo esteja focado na sequência da competição. 

A próxima semana será chave para as pretensões do time, atualmente nono colocado. Serão dois jogos em casa: contra Vasco, no dia 10, e Botafogo, dia 12. Para o técnico Rodrigo Barbosa, a continuidade na entrega dos jogadores será importante para a sequência da competição:

— Tem que estar trabalhando 100%. Basquete é um esporte que se joga treinado. É importante manter a concentração. Os outros times, quando vem jogar aqui, têm o pensamento de “vamos ter que ganhar do Caxias”. Então, se tu consegues se manter firme e obter as vitórias, principalmente em casa, ajudará na tabela. 

Segundo Barbosa, não houve qualquer prejuízo por parte do time devido a  semana de festejos. O técnico entende que o período era necessário aos jogadores:

— Era importante dar essa parada. Principalmente nos aspectos físicos e mentais. O campeonato retornou dia 3 e alguns times nem pararam praticamente. Podemos voltar um pouco mais tarde, porque nossos jogos serão depois.

Para o ala/pivô Paranhos, a arrancada do time nas primeiras rodadas é a maior motivação para que o foco seja mantido:

— Esse início de campeonato serviu para mostrar o potencial que nosso time tem. Começamos 2018 com a energia completamente renovada e com foco muito mais claro na nossa frente. Poderemos alcançar posições acima e desenvolver muito mais o nosso jogo.

De todo elenco, apenas o ala/pivô Nandão permaneceu em Caxias do Sul. Os outros foram visitar suas famílias, inclusive o armador Cafferata, que foi para a Argentina. 

O único desfalque na reapresentação do Caxias Basquete foi o ala Warren, que segue nos Estados Unidos. O jogador está em Houston, onde conseguiu, finalmente, a documentação para a liberação do visto de trabalho no Brasil. O ala chega no domingo à cidade. Na segunda-feira, será feita uma força-tarefa para que o atleta esteja regularizado e possa enfrentar os vascaínos. 

Pela manhã serão confeccionados o CPF e carteira de trabalho de Warren. A ideia da direção do Caxias é enviar os documentos à Confederação Brasileira de Basquete (CBB) até o meio-dia. Se a CBB enviar o registro para a Liga Nacional de Basquete (LNB), ainda na segunda, ele estará apto para estrear.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros