Projeto social de tênis comemora primeiro ano com evento na praça central de Vacaria neste domingo - Esportes - Pioneiro

Lapidando Cidadãos 02/12/2017 | 15h00Atualizada em 02/12/2017 | 15h00

Projeto social de tênis comemora primeiro ano com evento na praça central de Vacaria neste domingo

247 crianças disputarão jogos em 12 quadras montadas no centro da cidade

Projeto social de tênis comemora primeiro ano com evento na praça central de Vacaria neste domingo Lapidando Cidadãos/Divulgação
Foto: Lapidando Cidadãos / Divulgação

A praça central de Vacaria, em frente à prefeitura municipal, estará tomada por crianças e quadras de tênis neste domingo. Na comemoração do primeiro ano de existência do projeto social Lapidando Cidadãos, 247 alunos entre quatro e 16 anos participarão de uma atividade especial, das 15h às 17h. Mais do que apresentar à comunidade o trabalho realizado, o evento quer incentivar outros jovens a participarem do programa esportivo. E nada melhor do que mostrar na prática.

Idealizado pelo promotor de justiça e apaixonado por tênis Luís Augusto Gonçalves Costa, o projeto iniciou com pouco mais de 60 crianças. E cresce a cada dia. 

– Fui aluno de tênis e o mais importante que queria transmitir eram o valores ensinados no esporte. Acreditamos muito na formação de bons cidadãos e, por consequência, a diminuição da exclusão social. Essas são as metas principais. Neste ano, o projeto foi mantido por patrocínios locais. Em 2018, vamos captar verbas por meio da lei federal e da lei estadual de incentivo. A ideia é chegar em 300 crianças atendidas no próximo ano – explica Costa.

O evento de domingo também comemora o Dia Nacional do Tênis. Além dos jogos, um painel de led apresentará vídeos do projeto social, ocorrerá a distribuição gratuita de suco de um dos patrocinadores e brinquedos infláveis farão a alegria da gurizada depois dos jogos.

– Queremos que todos possam conhecer um pouco melhor como funciona o projeto. São três focos: comemorar o dia nacional do tênis, celebrar nosso primeiro ano e apresentar o projeto à comunidade – destaca o professor Diego Maidana.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros