Com grande atuação de Cauê Borges, Caxias Basquete vence Joinville e quebra marca da temporada passada  - Esportes - Pioneiro

NBB 1028/12/2017 | 22h01Atualizada em 10/01/2018 | 22h53

Com grande atuação de Cauê Borges, Caxias Basquete vence Joinville e quebra marca da temporada passada 

Equipe caxiense chegou ao sexto triunfo na competição e segue na zona de classificação

Com grande atuação de Cauê Borges, Caxias Basquete vence Joinville e quebra marca da temporada passada  Marcelo Casagrande / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS / Agência RBS

Um número importante alcançado. A vitória do Caxias do Sul Basquete/Banrisul sobre o Joinville, por 72a 63, na noite desta quinta-feira, foi o sexto triunfo do time no NBB 10, superando a marca da temporada passada. Com um Vascão novamente lotado, os torcedores do time caxiense tiveram uma noite com fortes emoções na despedida do ano de 2017. O resultado garante a equipe na zona de classificação aos playoffs. 

O destaque novamente foi Cauê Borges, que fez  30 pontos e ainda pegou oito rebotes. Os próximos confrontos do Caxias serão nos dias 10 e 12 de janeiro, contra o Vasco e Botafogo, respectivamente, também em casa.

O primeiro quarto começou com equilíbrio. O time caxiense contou com um bom começo de Cauê Borges e Paranhos, que fizeram seis pontos cada no quarto, e o sistema defensivo eficiente. Apesar de uma série de desperdícios ofensivos, a equipe de Rodrigo Barbosa conseguiu a vantagem de 16 a 11.

O segundo período teve o Caxias Basquete defensivamente praticamente perfeito no sistema defensivo. Pelo menos foi assim nos oito minutos iniciais. O time do Joinville, que insistia nos arremessos de três - foram 15 até o meio do jogo -, havia feito apenas dois pontos. Porém, algumas desatenções na marcação fizeram com que os catarinense buscassem a recuperação no quarto. Ainda assim, o time caxiense saiu com um 15 a 14 no segundo período e 31 a 25 na primeira etapa.

 O terceiro quarto teve um Caxias Basquete irreconhecível no começo. Com uma escolha pouco eficiente de manter em quadra Marcão e Nandão juntos, o time perdeu imposição ofensiva e se tornou frágil defensivamente. Em menos de quatro minutos o Joinville fez 12 pontos, acertando duas de três,  e tomou a frente no marcador, com 37 a 34. O time mais leve a partir da metade do quarto, com dois armadores e dois alas de movimentação fizeram o Caxias acordar. A desvantagem no período, que chegou a ser de nove pontos, caiu para dois - 18 a 16 para o Joinville - e deixou o placar em 47 a 43 para o Caxias.

O último quarto foi o mais franco do jogo. Mandantes e visitantes foram para cima, e tornaram o período o com maior pontuação do jogo. Conduzidos novamente por Cauê Borges (que anotou 16 pontos na parcial), perfeito nas infiltrações, o time de Rodrigo Barbosa fez 26 a 20 no quarto — que ainda teve confusão no final do jogo — e vitória por 72 a 63 para terminar o ano com festa.

  

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros