Caxias Basquete derruba o invicto Mogi com atuação perfeita no último quarto - Esportes - Pioneiro

NBB 1007/12/2017 | 20h57Atualizada em 07/12/2017 | 21h19

Caxias Basquete derruba o invicto Mogi com atuação perfeita no último quarto

Equipe caxiense superou os paulistas por 66 a 65, em outro jogo emocionante no Vascão

Caxias Basquete derruba o invicto Mogi com atuação perfeita no último quarto Porthus Junior/Agencia RBS
Ala Alex marcou 14 pontos para o time caxiense Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O invicto Mogi veio a Caxias do Sul para defender a liderança do NBB. Até mostrou toda sua qualidade em três quartos do jogo, mas esteve 10 minutos no inferno. Ou uma panela de pressão, como preferirem. 

A torcida caxiense fez a diferença e o Caxias do Sul Basquete/Banrisul derrubou os paulistas com uma vitória por 66 a 65. As arquibancadas do Ginásio do Vascão funcionaram como o sexto jogador e o grande diferencial na noite desta quinta-feira, tanto quanto o ala/pivô Paranhos, que deu um toco sensacional no norte-americano Larry Taylor no último segundo e garantiu o triunfo.

O destaque da partida foi o armador Enzo Cafferata, do time caxiense, com 16 pontos. Com 60% de aproveitamento nos chutes de três pontos, ele foi fundamental para que o time do técnico Rodrigo Barbosa virasse um jogo complicado. No lado do Mogi, o ala Shamell foi o cestinha com 21.

O jogo começou bem equilibrado. O Caxias Basquete precisou levar cinco pontos do armador norte-americano Larry Taylor para conseguir encaixar a marcação. Na parte ofensiva, o armador Cauê Verzola e o ala Alex conseguiram virar o marcador, antes de fecharem os primeiros dois minutos de bola em jogo.

Com a confiança em alta e controlando bem os paulistas, a equipe caxiense dominou por quase todo o primeiro período. Contestando sempre o ataque adversário, chegou abrir quatro pontos de frente. O problema foram os minutos finais, onde o rendimento baixou e abriu espaços defensivos. Com a qualidade que tem, o Mogi empatou, em 18 a 18, faltando 25 segundos para encerrar o período.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 07/12/2017. caxias do Sul Basquete x Mogi das Cruzes/Helbor, jogo válido pela NBB 10 e realizado no ginásio do Vascão. (Porthus Junior/Agência RBS)
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A igualdade parece ter mexido com o time do técnico Rodrigo Barbosa. Já de início no segundo quarto, os paulistas abriram sete de frente. Sem tranqüilidade, o Caxias Basquete tentou acelerar as jogadas e cometeu um excesso de erros ofensivos. A primeira cesta caxiense no período foi com cinco minutos, em arremesso de três efetuado por Marcão. O aproveitamento ficou bem aquém, apenas 26% em 10 minutos.

Novamente, com mais qualidade, o Mogi foi melhor. A cada erro ofensivo da equipe caxiense, era uma cesta no outro lado. Puxados pelo trio norte-americano, os paulistas terminaram o primeiro tempo vencendo por 37 a 25. 

O Caxias parecias ter aproveitado melhor o intervalo, voltou equilibrando bem as ações. Ao mesmo tempo, cometeu muitas faltas e levou o time paulista cinco vezes para linha de lance livre. Impedindo que a diferença fosse reduzida. O excesso de contestações sobre a arbitragem, mostravam a intranqüilidade do time em quadra. Alguns erros ofensivos permitiram que o Mogi seguisse abrindo vantagem no marcador.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 07/12/2017. caxias do Sul Basquete x Mogi das Cruzes/Helbor, jogo válido pela NBB 10 e realizado no ginásio do Vascão. (Porthus Junior/Agência RBS)
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Uma cesta de três pontos do argentino Cafferata, com seis minutos, mudou os rumos do terceiro período. A equipe caxiense voltou a equilibrar o marcador e deixar o jogo em aberto. O jogo foi para o último quarto com 52 a 41 para os visitantes.

E logo no primeiro minuto, o Caxias Basquete reduziu a diferença para seis pontos. Trouxe junto o Ginásio do Vascão e a pressão sobre os rivais. Mesmo que seja muito experiente, o time do Mogi não soube administrar o ritmo do time e a força da torcida caxiense. A virada veio em três minutos.

Embalado pelas arquibancadas, os comandados de Rodrigo Barbosa foram letais no ataque e convertiam em pontos todos os erros paulistas. Chegaram a fazer 20 a 2 na parcial.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 07/12/2017. caxias do Sul Basquete x Mogi das Cruzes/Helbor, jogo válido pela NBB 10 e realizado no ginásio do Vascão. (Porthus Junior/Agência RBS)
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Após um pedido de tempo do técnico paulista, o Mogi conseguiu voltar para o jogo. Em um duelo de tamanho equilíbrio, o resultado só foi definido no último segundo. Com 66 a 65, Cauê Borges errou o arremesso e cedeu o contra-ataque. Larry Taylor pegou a bola que manteria a invencibilidade paulista e lançou Tyrone, embaixo da cesta. Ele só não contava com o grande toco de Paranhos. Vitória caxiense por 66 a 65.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros