Para vencer o Ceará, Juventude foca em treinos do meio para a frente - Esportes - Pioneiro

Série B02/11/2017 | 08h00Atualizada em 02/11/2017 | 08h00

Para vencer o Ceará, Juventude foca em treinos do meio para a frente

Técnico Antônio Carlos Zago ainda não deu pistas de time titular, apesar de adotar o esquema 4-1-4-1

Para vencer o Ceará, Juventude foca em treinos do meio para a frente Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Tiago Marques (E) e Diego Felipe (D) em treino no Ju; time ainda não foi definido para sexta-feira Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Ainda ninguém sabe quem serão os primeiros titulares de Antônio Carlos Zago na sua volta ao comando do Juventude e dificilmente imprensa e torcedores saberão antes do duelo de sexta-feira, diante do Ceará, no Jaconi.

Até quarta-feira, nem os jogadores tinham convicção de quem deve começar jogando. A julgar pelos treinamentos da semana, em que todos os atletas tiveram iguais oportunidades de treinamento, muitas são as possibilidades de time, mas o esquema e a estratégia de jogo estão definidas: 4-1-4-1, com os volantes participando ativamente das jogadas ofensivas.

- É um momento novo. Nem nós sabemos a definição do time. Todos estão participando do trabalho. O Zago está procurando passar a filosofia de trabalho dele para todos os atletas - revela Mateus Santana.

Para o volante, que foi titular na última rodada contra o Náutico, o modelo de jogo é mais ofensivo do que o anterior, utilizado por Gilmar Dal Pozzo.

- O Gilmar tinha uma filosofia de trabalhar mais a parte defensiva, buscando o contra-ataque em saídas rápidas. O Zago frisa mais a posse de bola, quer jogo curto, gosta de aproximação e definição de jogadas. Viemos trabalhando nisso. Sentimos a mudança de ritmo, já que temos mais movimentação e toques de bola, além de definir lá na frente - detalha.

Nas atividades da manhã de quarta-feira, no Jaconi, Mateus Santana treinou em duas situações: como único volante de contenção, revezando com Fahel, e como meia pela esquerda, revezando com Leílson e Wallacer.

Intensa briga por vagas no meio

Na defesa, Micael e Bruno Collaço parecem estarem confirmados como titulares, tendo em vista os treinos desta semana, já que Bruno Ribeiro, Vidal e Tinga se revezaram na lateral-direita e na zaga Maurício e Wanderson treinaram um dia cada ao lado de Micael.

Já entre os volantes, a briga é intensa, setor onde Vacaria e Sananduva, que sequer eram relacionados por Dal Pozzo, ganham força por já terem trabalhado com Antônio Carlos em 2016 e no começo desta temporada.

- Tive muitas oportunidades com ele. Mas isso ficou no passado. Espero seguir treinando bem e, se precisar, vou estar à disposição - minimiza Sananduva, que treinou como volante mais adiantado, revezando com Diego Felipe e Wesley Natã, sempre pela direita.

Já Vacaria, que também treinou em duas funções (volante mais recuado e mais ofensivo), se diz feliz pela volta integral aos treinos:

- Sobre oportunidade, estou muito feliz com a volta do Antônio Carlos. Agora é hora de recuperar o que deixamos para trás, treinar bem e estar preparado se estiver oportunidade.

Ao todo, com três jogadores no meio, oito disputam as posições: Fahel, Vacaria, Mateus Santana (para a primeira função), Sanduva, Diego Felipe, Wesley Natã, Leílson e Wallacer para as demais, além de Vacaria e Mateus Santana, que podem jogar mais adiantados.

Já no ataque, Tiago Marques, João Paulo e Yuri Mamute são os candidatos à camisa 9, enquanto que Yago, Felipe Lima, Ramon, Juninho e Caprini são as opções para o lado do campo.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros