No embalo da estreia, Caxias Basquete enfrenta Franca - Esportes - Pioneiro

NBB17/11/2017 | 07h59Atualizada em 17/11/2017 | 07h59

No embalo da estreia, Caxias Basquete enfrenta Franca

Time gaúcho entra em quadra a partir das 20h05min desta sexta-feira, no Ginásio do Vascão

No embalo da estreia, Caxias Basquete enfrenta Franca Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Aproveitar o bom momento e embalar no começo do NBB 10. Após a vitória contra o Bauru, na quarta-feira, o Caxias do Sul Basquete/Banrisul volta à quadra nesta sexta-feira para o seu segundo compromisso na competição. Encara o Franca, às 20h05min, no Ginásio do Vascão.

A estreia vitoriosa mostrou novidades que surpreenderam e podem, a partir deste jogo, se consolidarem na equipe do técnico Rodrigo Barbosa. Além do ala Cauê Borges, melhor jogador na partida contra o Bauru, o ala/armador Pedro também teve destaque. Ficando em quadra por 31 minutos, o jogador de 22 anos, formado em Franca, conseguiu suas melhores marcas da carreira: oito pontos, quatro assistências e três rebotes.

Esses números estão diretamente ligados ao maior tempo que esteve em quadra. Nas três temporadas de NBB, por Franca e Brasília, a média de Pedro não passou de quatro minutos por partida.

 Para Rodrigo Barbosa, o jogador soube aproveitar a sua oportunidade:

— O Alex (ala) saiu cedo por causa das faltas e o Cauê (Verzola, armador) precisava descansar. Ele aproveitou a chance e fez um bom jogo.

A força do banco 

Se nas outras temporadas os titulares ficavam mais tempo em quadra pela falta de opções, o NBB 10 começa diferente para o grupo caxiense. Diante do Bauru foram quatro jogadores vindos do banco. 

Além de Pedro, segundo do time que mais tempo permaneceu em quadra, entraram Cafferata (19 minutos), Jonathan (10) e Nandão (8). Segundo Barbosa, isso é reflexo da maneira como o grupo foi montado:

— O perfil de time nos permite essa rotação. Dividimos bem entre os jogadores para fazer um rodízio grande. É um grupo muito parelho.

Para o torcedor, que fez bonito na estreia, a partida desta sexta-feira é uma nova chance de fazer a diferença nas arquibancadas. Depois, o Caxias Basquete só voltará a jogar como mandante no dia 4 de dezembro, contra a Liga Sorocabana, após três confrontos longe do Estado.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros