Juventude não deve ter mudanças diante do CRB nesta terça-feira - Esportes - Pioneiro

Série B06/11/2017 | 20h54Atualizada em 06/11/2017 | 20h54

Juventude não deve ter mudanças diante do CRB nesta terça-feira

Na volta de Antônio Carlos Zago, Ju busca sua terceira vitória fora de casa

Juventude não deve ter mudanças diante do CRB nesta terça-feira Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Técnico Antônio Carlos Zago (C) comandou treino recreativo no Jaconi na manhã desta segunda-feira Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

No último treinamento antes de viajar para Maceió, na manhã de segunda-feira, o grupo alviverde realizou apenas um recreativo no Estádio Alfredo Jaconi. Como no fim de semana os trabalhos para quem atuou diante do Ceará foram regenerativos, a formação deve ser a mesma que entrou em campo na sexta-feira passada.

– Vamos na base da conversa. Para o jogo contra o Oeste também vai ser assim, porque voltamos na quarta-feira de noite e a concentração é na quinta-feira. O importante é que os jogadores estão treinando bem e a tendência é manter o mesmo time – admitiu Zago, que alertou apenas para a possibilidade de alterações nos jogadores de lado:

– A preocupação é com os laterais do CRB, que apoiam bastante. Os jogadores que atuam mais pela beirada são os que mais se desgastam durante o jogo. Vamos acompanhando a condição dos jogadores até a hora do jogo para colocar a melhor formação.

Entre os 19 relacionados para a partida, algumas novidades. Daqueles chamados “da base”, o goleiro Raul, que não estava ganhando oportunidades com Gilmar Dal Pozzo, viaja ao Nordeste, enquanto Vinícius segue como opção para o sistema defensivo.

Dos selecionados para a estreia de Zago, ficam de fora os laterais Bruno Collaço e Tinga, o meia Wesley Natã, o goleiro Oliveira, o volante Sananduva e  o atacante Yuri Mamute. O volante Bruninho, que cumpriu suspensão, volta a ser opção.

O clima diferente de Maceió não é, segundo o treinador, motivo para mudança da característica do time:

– Muda um pouco. A viagem longa também é desgastante e faz com que o jogador sinta a parte física. Aqui tivemos que propor mais o jogo, mas acredito que o CRB deva sair mais. Vão aparecer mais espaços para que possamos usar o contra-ataque. E foi isso que conversamos com os jogadores.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros