Juventude faz último jogo em casa na Série B 2017 - Esportes - Pioneiro

Por boa impressão17/11/2017 | 08h00Atualizada em 17/11/2017 | 08h00

Juventude faz último jogo em casa na Série B 2017

Alviverde recebe o Figueirense na noite desta sexta-feira, no Alfredo Jaconi

Juventude faz último jogo em casa na Série B 2017 Porthus Junior/Agencia RBS
Meia Wallacer espera time deixando boa impressão diante do seu torcedor no Alfredo Jaconi Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Terminar o ano com uma boa impressão junto ao seu torcedor é o grande objetivo do Juventude na noite desta sexta-feira. Pela penúltima rodada da Série B, o alviverde recebe o Figueirense, às 21h30min, no Alfredo Jaconi.

Até o momento, o retrospecto no Jaconi é invejável. Ao todo, são 37 pontos conquistados, com 11 vitórias, quatro empates e três derrotas, um aproveitamento de 68,52%, a terceira melhor média como mandante da Série B, atrás apenas de Paraná e América-MG, times que ocupam o G-4.

Manter esse desempenho é o desafio do Ju, que, sob seus domínios, marcou 22 gols dos 33 que têm na competição.

– O fator casa é muito importante. Que bom que conseguimos mostrar isso. Sempre soube da força do Juventude aqui dentro, a torcida apoia e isso influencia bastante. Fora de casa estamos cometendo erros bobos. Dentro de casa parece que temos mais confiança e tranquilidade – avalia o meia Wallacer.

O jogador, que foi titular em três dos quatro jogos comandados por Zago em seu retorno ao Juventude, espera um time fazendo jus ao incentivo constante do torcedor Jaconero:

– Temos de deixar uma boa impressão, até porque o torcedor sempre vem, sempre apoia. Temos um grupo bom e temos de fazer valer a pena. Vamos fazer uma boa exibição para terminar o ano bem.

Mais do que vencer e se garantir na oitava posição, o técnico Antônio Carlos espera que o time se despeça do seu torcedor com uma boa exibição, ao contrário dos últimos jogos fora de casa.

– É importante presentear o torcedor com uma boa vitória e, se possível, com uma boa atuação, um futebol convincente. Acho que o torcedor merece porque esteve do lado do time apoiando durante toda a Série B. O torcedor sonhou junto com o time, mas infelizmente chegamos na última rodada sem brigar por nada. Mas vai ser importante terminar com uma vitória em casa, até para o torcedor festejar de alguma maneira – projeta o treinador.

Para o duelo diante do Figueirense, voltar a marcar gols é o principal desafio do Ju. Com Zago, o time balançou as redes apenas uma vez, na vitória de 1 a 0 contra o Ceará, na sua reestreia. Antes disso, o último gol alviverde havia sido dia 29 de setembro, contra o Paysandu.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros