Com gol contra, Juventude sofre nona derrota fora de casa na Série B - Esportes - Pioneiro

Filme repetido14/11/2017 | 23h31Atualizada em 14/11/2017 | 23h31

Com gol contra, Juventude sofre nona derrota fora de casa na Série B

O 1 a 0 para o América-MG, em Belo Horizonte, mantém sina alviverde de maus resultados longe de Caxias

Com gol contra, Juventude sofre nona derrota fora de casa na Série B Pedro Vale/Eleven/Estadão Conteúdo
Foto: Pedro Vale / Eleven/Estadão Conteúdo

O Juventude, com pouca qualidade ofensiva, contra um time que está a cada dia mais próximo da conquista do título da Série B. O resultado, por óbvio, foi a vitória do América-MG, por 1 a 0, no Estádio Independência, na noite desta terça-feira. O gol contra de Maurício, aos 30 minutos do segundo tempo, foi a sequência natural de derrotas alviverdes fora de casa. O Ju volta a campo na sexta-feira, contra o Figueirense, no Jaconi.

O primeiro tempo começou com o América-MG quase marcando. Logo aos três minutos, após bela jogada de Neto Moura pela direita, Giovanni, livre, cabeceou à esquerda do gol de Matheus Cavichioli.

A nova chance veio aos 20. Luan recebeu em profundidade e chutou de perna esquerda. A bola desviou em Micael e quase enganou o goleiro alviverde, mas mandou para fora.

Apesar de não ter concluído a gol, o Ju só foi levar perigo aos 31 minutos. Cruzamento de Ramon da direita e João Paulo tentou de peixinho, e não alcançou a bola. A partir daí, a primeira etapa foi repleta de pouca inspiração das duas equipes. 

 Os 45 minutos finais iniciaram da mesma maneira que o começo da partida. O América-MG foi quem teve a primeira oportunidade. Após passe errado de Matheus Cavichioli, que entregou nos pés de Luan, a bola passou por Bill até chegar em Renan Oliveira. O meia do Coelho driblou o goleiro alviverde, mas perdeu o ângulo e chutou pela linha de fundo.

O Juventude acordou. E assim, em dois momentos, quase abriu o marcador. Aos sete, Juninho toca a bola para João Paulo, que toca fraco para Ramón. O atacante juventudista ainda tenta a finalização, mas é bloqueado por Norberto. No minuto seguinte os personagens foram quase os mesmos.

Jogada de Wallacer para João Paulo, pelo lado esquerdo de ataque. O centroavante cruzou para o meio da área, onde Juninho desviou com o pé direito. A bola saiu raspando a trave esquerda do gol de João Ricardo.

O time de Zago foi novamente perigoso aos 16. Após cobrança de falta de Wallacer na direção do gol, João Paulo não conseguiu o desvio. O goleiro do América-MG fez a defesa no reflexo, evitando o gol alviverde.

Nos instantes seguintes a pressão voltou a ser dos donos da casa.  Aos 18, Bill toca para Renan Oliveira, que bate cruzado para que a zaga alviverde afastar. No minuto após, Pará, o do América-MG, chegou chutando mas foi travado por Bruno Ribeiro. No rebote, o mesmo Pará cruza e Bill, sem marcação, cabeceou para fora.

O que era pressão virou gol, e com uma ajuda do Juventude. Aos 30 minutos do segundo tempo, Pará, o deles, cruzou para o meio da área. O zagueiro Maurício foi afastar, mas acabou tocando contra o próprio gol. O goleiro Matheus, que estava inteiro para fazer tranquila defesa, apenas olhou a bola no fundo das suas redes.

A partir daí começou a festa da torcida do América-MG. Sabendo do empate colorado em Barueri, o Coelho abriu quatro pontos de vantagem para o colorado. Faltando seis a disputar, os gritos de bicampeão ecoaram nas arquibancadas do Independência.

A festa da torcida motivou o time em campo, que quase ampliou. Aos 34 foi Pará que aproveitou cruzamento e chutou para fora. Aos 35 foi Matheus que salvou, após bomba de Bill cara a cara com o camisa 1 alviverde.

A tentativa de desafogo veio com Pará, o do Ju, aos 38, que cobrou falta fechada para defesa do goleiro do time mineiro.

Ainda deu tempo para mais duas ações alviverdes. A primeira, negativa, com Caprini recebendo cartão vermelho. A segunda e última, com Ramon obrigando o goleiro do Coelho a boa defesa. Fim de jogo em Belo Horizonte e o Ju cada vez mais em ritmo de 2018.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros