Caxias do Sul Basquete atropela o Campo Mourão e conquista a primeira vitória fora de casa no NBB 10 - Esportes - Pioneiro

Grande vitória22/11/2017 | 21h34Atualizada em 22/11/2017 | 22h44

Caxias do Sul Basquete atropela o Campo Mourão e conquista a primeira vitória fora de casa no NBB 10

Com atuação consistente, time de Rodrigo Barbosa chega a segunda vitória em três jogos

Caxias do Sul Basquete atropela o Campo Mourão e conquista a primeira vitória fora de casa no NBB 10 LNB / Divulgação/Divulgação
Foto: LNB / Divulgação / Divulgação

O Caxias do Sul Basquete/Banrisul conquistou mais uma grande vitória no NBB 10 e consolidou a melhor arrancada de sua história na elite. No primeiro compromisso longe de casa, o time do técnico Rodrigo Barbosa bateu o Campo Mourão, no interior do Paraná, por 84 a 63. Foi o segundo triunfo em três jogos na competição.

A equipe caxiense teve cinco atletas com dígitos duplos na pontuação e supremacia absoluta nos rebotes — 38 a 25. Alex foi o cestinha com 19 pontos, seguido por Cafferata (14), Cauê Verzola,  Marcão (ambos com 13), e Cauê Borges (12). 

— Hoje tinha que melhorar. Vim de dois jogos que não estava bem, fora de ritmo. A equipe está de parabéns pela vitória. Agora é voltar para Caxias e treinar muito para os jogos contra Minas e Flamengo — destacou Alex, que teve ótimo aproveitamento nos chutes de três pontos.

Com o resultado, o Caxias se coloca entre os primeiros colocados do NBB pelo aproveitamento. O próximo desafio será na terça-feira, dia 28, contra o Minas, às 19h30min, novamente com transmissão do Sportv. 

Os primeiros 20 minutos de jogo em Campo Mourão apresentaram um visitante sentindo-se confortável longe de casa. Desde a cesta de três de Alex, que abriu o marcador, o Caxias não deixou o Campo Mourão tomar a dianteira do placar. Mais do que isso: com uma marcação forte, intensidade e ótima movimentação ofensiva, abriu vantagem. 

Campo Mourão x Caxias do Sul Basquete, NBB 10
Foto: Fábio Rodrigues / Agência Content Company

Com Cauê Borges mais visado, até pelas atuações destacadas nas primeiras rodadas, as outras peças tiveram espaço para aparecer. Marcão seguiu controlando as ações no garrafão ao lado de Paranhos. Apagado nas partidas contra Bauru e Franca, o ala Alex foi uma das referências, especialmente nos arremessos de longa distância. Ao final do primeiro quarto, a vitória caxiense por 23 a 15 mostrava a superioridade na partida.

O ritmo não caiu na segunda parcial. Cauê Verzola cresceu de produção em seu retorno à quadra e ajudou a equipe a manter o excelente aproveitamento no ataque. Contra um rival que precipitava muitos lances e dependia da individualidade dos seus norte-americanos, prevaleceu a força do conjunto do time de Rodrigo Barbosa, que foi para o intervalo com 14 pontos de frente: 48 a 34. 

No retorno do vestiário, o Caxias reiniciou a partida com a mesma qualidade. E chegou a ampliar a diferença para 19 pontos. Depois de uma sequência de paralisações por problemas no cronômetro, o time da casa esboçou uma reação e chegou a reduzir a vantagem. No final do quarto, o Caxias se recuperou, venceu o período e foi para os minutos derradeiros com 65 a 49 no placar.

Com Alex brilhando nos arremessos de três pontos (cinco acertos em seis tentativas), a equipe caxiense não deu brechas para o Campo Mourão. Controlou o jogo, teve o argentino Cafferata crescendo nos minutos finais, e definiu a grande vitória com tranquilidade.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros