Um ano depois de subir para a Série B, Juventude mira voos mais altos e voltar à elite do futebol - Esportes - Pioneiro

Acesso09/10/2017 | 08h00Atualizada em 09/10/2017 | 08h00

Um ano depois de subir para a Série B, Juventude mira voos mais altos e voltar à elite do futebol

Alviverde tem compromisso na próxima sexta-feira, em casa, diante do Londrina

Um ano depois de subir para a Série B, Juventude mira voos mais altos e voltar à elite do futebol Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Volante Bruninho estava presente na conquista do acesso à Série B em 2016 Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A 28ª rodada não foi nada boa para as pretensões do Juventude na Série B. Além de perder para o Brasil-Pel, o alviverde ainda viu quatro dos seus adversários diretos na briga pelo acesso vencerem seus jogos: América-MG, Paraná, Ceará e Oeste. 

Apesar de ocupar a sétima posição, o sonho de voltar à elite ainda é realidade no vestiário do Ju. A inspiração está exatamente no que nesta segunda-feira comemora um ano: o acesso à Série B, conquistado no dia 9 de outubro de 2016, quando o time gaúcho empatou em 1 a 1 com o Fortaleza, na capital no Ceará, em 1 a 1 e ficou com uma das vagas na Segundona desde ano.

Daquela decisão, muitos jogadores seguem no elenco almejando subir outra vez de divisão. Para o zagueiro Micael, um dos líderes do grupo do ano passado e também deste ano, o verbo a se repetir de um ano para outro é acreditar.

- Valorizamos muito os 45 pontos, mas subir é o objetivo do grupo, todos acreditam. A lição que podemos tirar do ano passado é essa de acreditar até o final. Ano passado, num primeiro momento, ficamos 15 minutos grudados num radinho esperando um resultado que nos favorecia. Depois disso conseguimos o acesso com muita garra e muita luta. É preciso sempre acreditar, jogadores, comissão técnica, diretoria, torcida - comentou o zagueiro, ao se lembrar dos tropeços de Tombense e Ypiranga nas últimas rodadas da primeira fase, favorecendo ao Juventude.

O volante Bruninho também fez parte do vitorioso elenco de 2016. Voltando a atuar na temporada, como na última rodada diante do Brasil-Pel, o jogador acredita no acesso por ver na equipe um potencial para jogos decisivos.

- Esse time tem como característica crescer em partidas decisivas. Em jogos grandes nos saímos bem e espero que seja assim também na reta final - enalteceu.

Além de Micael e Bruninho, outros nove jogadores do atual elenco estiveram presentes no jogo de volta das quartas de final da Série C de 2016: Vidal, Wanderson, Pará, Felipe Lima, Lucas, Wallacer, Douglas, Sandanduva e Caprini.

O Juventude volta a campo nesta sexta-feira, diante do Londrina, no Alfredo Jaconi, no entanto sem chances de voltar ao G-4 nesta rodada.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros