ACBF recebe o Foz Cataratas em briga por vaga nas semifinais da Liga Nacional - Esportes - Pioneiro

Futsal28/10/2017 | 08h00Atualizada em 29/10/2017 | 16h55

ACBF recebe o Foz Cataratas em briga por vaga nas semifinais da Liga Nacional

Duelo acontece no domingo, às 14h, no Centro de Eventos Sérgio Luiz Guerra, em Carlos Barbosa

ACBF recebe o Foz Cataratas em briga por vaga nas semifinais da Liga Nacional Porthus Junior/Agencia RBS
Fixo João Salla (D) é o artilheiro da ACBF na Liga Nacional de Futsal, com oito gols Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Casa cheia, confiança em alta e uma invencibilidade na principal competição de futsal do Brasil. Essas são as apostas da ACBF para avançar à semifinal da Liga Nacional. O adversário é o Foz Cataratas, neste domingo, no Centro de Eventos Sérgio Luiz Guerra, em Carlos Barbosa, às 14h.

Os ingressos foram quase todos vendidos. Ao todo, 75% dos 3.500 bilhetes colocados à venda de forma antecipada foram esgotados até o começo da tarde de sexta-feira. E é exatamente na força da torcida e na tradição da equipe, que já possui cinco títulos de Liga, que vão as esperanças do fixo João Salla, artilheiro da equipe na competição, com oito gols:

– Sabemos da força do nosso torcedor e o clima que eles fazem aqui. Todo mundo quando joga contra a ACBF pensa diferente. Na hora da decisão, olhar e ver a camisa da ACBF, com cinco títulos da Liga, e títulos internacionais, com certeza pesa.

Para se classificar no tempo normal, o time de Carlos Barbosa precisa vencer os paranaenses por qualquer placar, já que o duelo de ida terminou em 1 a 1, em Foz do Iguaçu-PR. Em caso de empate, a decisão vai para a prorrogação, com vantagem de nova igualdade para os donos da casa, que tem melhor campanha. No entanto, a palavra vantagem é proibida de entrar no vestiário do time laranja.

– Nem pensamos em vantagem. Ela só pode ser pensada no final, porque é pequena. Um empate no futsal pode mudar em um segundo. Vamos jogar para vencer – diz o pivô Fabinho.

O camisa 99, aliás, foi o responsável pelo gol da ACBF em Foz do Iguaçu, quando o time perdia por 1 a 0, já na etapa final da partida.

– Tive a felicidade de fazer o gol, mas não adianta nada se não concretizarmos a classificação – acrescenta.

Se passar de fase, a ACBF enfrentará o vencedor de Atlântico e Joinville-SC.


Força do grupo como aliada

Se nas conquistas anteriores a equipe serrana se destacava por ter um elenco recheado de estrelas do cenário nacional, em 2017 a união do grupo de jogadores é elencada como o ponto forte. Está no banco de reservas talvez o nome mais em alta deste momento: Marquinhos Xavier.

Poucos dias após a renovação com a ACBF, o técnico se multiplica em dois para atender ao desafio de comandar a seleção brasileira simultaneamente. Apesar do tempo escasso para ambas as tarefas, o treinador garante foco total na partida de domingo.

– Tem sido corrido, mas me propus a este sacrifício e avalio como positivo. É um momento importante do ano em que todo trabalho pode se resumir em 40 minutos. Precisamos ter muito foco nesse momento – comenta o treinador.

Para o fixo João Salla, é preciso também usar o sofrimento passado na Liga Gaúcha (quando passou para as semifinais nos pênaltis contra o Guarany de Espumoso) para não ter sustos na Liga Nacional:

– Não podemos mais passar por isso. A gente trabalha muito durante o ano, não pode depender de pênalti ou da tensão na prorrogação.

De olho na vaga entre os quatro melhores, Marquinhos Xavier dá a receita para sair classificado domingo:

– Apostamos em atividades que exijam mais concentração, tanto para defender quanto para atacar. Ter a posse de bola nem sempre é positivo se você forçar um passe ou correr riscos. Moldamos nossa estrutura de jogo durante o ano. Nesse momento, perceber as ações do jogo e estar concentrado define o sucesso.

Do lado rival, as atrações são o goleiro Gian, o fixo Venâncio e o ala Canabarro, todos com passagens vitoriosas na ACBF.

  

Liga Nacional de Futsal

Quartas de final, domingo

ACBF x Foz Cataratas-PR

Local: Centro de Eventos Sérgio Luiz Guerra, Carlos Barbosa.

Hora: 14h (portões abrem às 11h).

Ingressos: Antecipados - Lancheria Original e no site do clube: R$ 15 (normal) e R$ 5 (5 a 15 anos). Na hora - aproximadamente 500 ingressos disponíveis: R$ 20 (normal) e R$ 10 (5 a 15 anos). Sócios e crianças até 4 anos não pagam.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros