Wesley Natã deve ser titular do Juventude contra o Criciúma - Esportes - Pioneiro

Série B12/09/2017 | 08h15Atualizada em 12/09/2017 | 08h15

Wesley Natã deve ser titular do Juventude contra o Criciúma

Atacante teve boa atuação contra o Inter e deve ganhar sequência na partida desta terça-feira

Wesley Natã deve ser titular do Juventude contra o Criciúma Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

O lance mais recente que o torcedor do Juventude tem na memória quando ouve o nome Wesley Natã, é o tapa “com nojo” de três dedos para que o atacante Yago fizesse o gol sobre o Inter, no último sábado, e garantisse a vitória por 2 a 1. A assistência pode pesar para que o atacante volte a ser titular com a camisa alviverde nesta terça, contra o Criciúma, às 21h30min, no Heriberto Hülse, em Santa Catarina, pela 24ª rodada da Série B.

Depois de ser titular na estreia do Ju, sem grande atuação, Natã perdeu espaço. A partir daí, entrou em outras seis partidas. Porém, com a lesão de Ramon, a chance de voltar aos 11 iniciais reapareceu.

— Consegui entrar bem e fico como opção para o Gilmar Dal Pozzo. Se ele optar pela minha titularidade, vou estar preparado. No dia a dia trabalhamos sempre buscando o espaço na equipe. Nós que estamos de fora, precisamos estar prontos para ajudar — afirma Natã.

Leia mais:
Ju deve anunciar Yuri Mamute após acertar detalhes com o Grêmio

A missão do atacante é manter a boa atuação nesta noite e, se possível, ajudar o time a buscar pontos fora de casa. É consenso de todos que a equipe precisa repetir o bom desempenho que teve contra o Inter para voltar com um resultado positivo de Santa Catarina.

Buscar pontos como visitante se torna fundamental para atingir o primeiro objetivo da equipe, que está próximo. Faltam apenas oito para os 45 que garantem o clube matematicamente na Série B de 2018. Ao mesmo tempo, a partir daí, o sonho com a elite nacional ganha fôlego.

— A realidade do Juventude é que viemos da Série C para a Série B. Num primeiro momento, a permanência é essencial para o clube. Mas, como a equipe criou  uma expectativa muito grande no início do campeonato, acredito que podemos sonhar com algo maior. Só que o foco deste momento é atingir os 45 pontos e depois pensar no algo a mais — lembra Wesley Natã.

Uma vitória ou empate em Criciúma garantem o Juventude no G-4, pelo menos até o sábado, quando os rivais diretos entram em campo. Só que buscar pontos fora tem sido difícil. O time conquistou apenas 9 de 33 possíveis – são uma vitória, seis empates e quatro derrotas. Por isso, é preciso encontrar a regularidade nas atuações.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros