Técnico do Juventude tem boas lembranças de jogos contra o Inter - Esportes - Pioneiro

Série B08/09/2017 | 19h48Atualizada em 08/09/2017 | 19h48

Técnico do Juventude tem boas lembranças de jogos contra o Inter

Gilmar Dal Pozzo acredita que seu time fez a melhor atuação do ano no primeiro Juve-Nal de 2017

Técnico do Juventude tem boas lembranças de jogos contra o Inter Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A primeira partida do técnico Gilmar Dal Pozzo à frente do Juventude foi contra o Inter, adversário deste sábado, pela Série B, às 16h30min, no Estádio Alfredo Jaconi. E as recordações são ótimas para o treinador. A vitória no clássico Juve-Nal do dia 12 de março, pelo Gauchão, ainda está bem viva na memória do comandante alviverde.

— Na minha chegada, fizemos um grande jogo. Para mim, aquele 1 a 0 foi o melhor jogo da temporada. Vencemos e no primeiro tempo tivemos três ou quatro oportunidades de gol. Depois, na Série B, empatamos lá, produzindo um bom futebol, com uma equipe equilibrada e boa postura em campo. Nisso que vamos se apegar. Temos condições de fazer um bom jogo e de conquistar o resultado — afirma Dal Pozzo.

Leia mais:
Juventude x Inter: saiba como acompanhar a partida
Equipe alviverde mudou muito, se comparado ao Juve-Nal do Estadual

Só que o momento é diferente. O Juventude está fazendo uma campanha instável, enquanto o colorado vem numa sequência positiva e assumiu a liderança da competição. Isso faz com que o técnico prospecte mudanças na sua forma de jogar para reencontrar o caminho das vitórias. A principal alteração deve ser no sistema, já que Dal Pozzo trabalhou no 4-4-2 nos últimos dias.

— A ideia é colocar um atacante de velocidade, presença de área e que faça gol. É o caso do Ramon. Ao lado dele teremos mais um atacante. Tentamos potencializar a equipe e ter um poder ofensivo maior, mas desde que eles tenham a compreensão de que sem a bola precisam ajudar na marcação — explica o treinador.

A dúvida está na zaga. Como perdeu Ruan Renato nesta semana, negociado com o futebol austríaco, há uma vaga em aberto. O zagueiro Maurício mantém as características de Ruan, por ser canhoto e mais facilidade para sair jogando. Por outro lado, Micael seria a melhor opção para marcar Leandro Damião. Entretanto, perderia qualidade na saída de bola.

Sem dar pistas, Dal Pozzo tenta manter esta dúvida até momentos antes da partida. 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros