Juventude mudou muitas peças entre os três confrontos com o Inter - Esportes - Pioneiro

Agora é clássico08/09/2017 | 07h19Atualizada em 08/09/2017 | 07h19

Juventude mudou muitas peças entre os três confrontos com o Inter

Na comparação com o jogo do Gauchão, apenas três atletas poderão ser titulares no sábado

Juventude mudou muitas peças entre os três confrontos com o Inter Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

O clássico Juve-Nal de sábado, às 16h30min, no Estádio Alfredo Jaconi, pela Série B, será o terceiro encontro entre Juventude e Inter na temporada de 2017. E muita coisa mudou nas equipes em cada um dos duelos.

No primeiro embate, dia 12 de março, o Ju fazia uma participação instável no Gauchão e havia trocado de treinador há poucos dias. Gilmar Dal Pozzo estreava e venceu com um gol de pênalti mal assinalado e convertido por Tadeu, no último minuto. Em relação ao duelo do Estadual, apenas três titulares devem jogar sábado: os laterais Pará e Vidal, além do volante Fahel. A mudança principal fica pelo tempo de trabalho de Dal Pozzo, hoje consolidado.

— O Gilmar é um cara que passa confiança e quer os treinos com muita concentração. Esse é o espírito que temos que entrar nesta decisão. Levar esse jeito dele: aguerrido, que gosta do time para cima e bem concentrado — diz o lateral-esquerdo Pará.

Leia mais
Yuri Mamute deve ser emprestado ao Ju
Zagueiro Maurício deve ser titular alviverde no jogo contra o Inter

Do outro lado, as mudanças também são grandes. Teve troca de treinador e, nominalmente, é praticamente outra equipe. 

— Agora é uma equipe que vem numa crescente dentro do campeonato. No Gauchão era outra equipe, outro treinador e isso muda o estilo de jogo e a motivação — complementa Pará.

Em relação ao confronto no primeiro turno da Série B, os times mudaram menos. Na quarta rodada, o Inter ainda demorava a encaixar e tinha um início de trabalho com Guto Ferreira. Já o alviverde vivia sua melhor fase no campeonato, buscando um empate fora de casa e brigando pela liderança. Recuperar esse cenário é uma das motivações alviverdes no clássico.

— A motivação de jogar é grande em qualquer partida, só que quando você vai para um clássico regional, contra um gigante da competição, tem a motivação a mais. Desde ontem (quarta), o treino já foi muito bom, com todos se cobrando muito — afirma Pará.

O QUE MUDOU NO JU

:: 12/3: Juventude 1 x 0 Inter — Estádio Alfredo Jaconi
Escalação: Douglas; Vidal, Wanderson, Ruan Renato e Pará; Fahel e Sanaduva; Taiberson, Bruno Ribeiro e Caprini; Caion. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

:: Douglas perdeu espaço com as chegadas de Matheus e Oliveira.
:: Wanderson hoje é utilizado como reserva de Fahel.
:: Ruan Renato se transferiu para o Áustria Viena.
:: Sananduva e Bruno Ribeiro perderam espaço por lesões após o Gauchão.
:: Taiberson teve lesão no ligamento do joelho direito e só deve voltar na próxima temporada.
:: Caprini e Caion já ganharam outras oportunidades como titulares, mas hoje são apenas alternativas para o ataque.
:: Vidal, Pará e Fahel devem ser os únicos titulares na partida de amanhã.

:: 3/6: Inter 0 x 0 Juventude— Estádio Beira-Rio
Escalação: Matheus; Vinicius, Domingues, Ruan Renato e Bruno Collaço; Fahel e Lucas; Caprini, Leílson e Juninho; Tiago Marques. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

:: Vinicius foi titular porque Vidal e Tinga estavam lesionados. Hoje, é Vinicius que está lesionado.
:: Bruno Collaço está suspenso.
:: Tiago Marques está lesionado.

:: 9/9Juventude x Inter — Estádio Alfredo Jaconi
Provável Escalação: Matheus; Vidal, Domingues, Maurício e Pará; Fahel, Lucas, Leílson e Juninho; Ramon e João Paulo. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros