A matemática do Juventude para retornar à Série A passa pelos jogos no Alfredo Jaconi - Esportes - Pioneiro

Calculadora alviverde14/09/2017 | 09h00Atualizada em 14/09/2017 | 15h04

A matemática do Juventude para retornar à Série A passa pelos jogos no Alfredo Jaconi

Com aproveitamento de acesso, comandados de Gilmar Dal Pozzo têm sete jogos como mandante, principal trunfo da campanha na Segunda Divisão

A matemática do Juventude para retornar à Série A passa pelos jogos no Alfredo Jaconi CAIO MARCELO/especial
Foto: CAIO MARCELO / especial

Uma matemática cada dia mais favorável para o Juventude na Série B. Após a vitória sobre o Criciúma, fora de casa, terça-feira, o time de Gilmar Dal Pozzo chegou aos 40 pontos e está muito próximo do primeiro e repetido objetivo do clube na competição: garantir a permanência na segunda divisão nacional. Pensando na parte de cima da tabela, o 2 a 1 em Santa Catarina aumentou o aproveitamento alviverde para 55,6% dos pontos, número que nesta década só não garantiu acesso em 2012.

Pela projeção atual, para ficar em quarto lugar e garantir o acesso, o time precisa de 63 pontos. Para o Ju, faltam 14 jogos, onde serão disputados 42 pontos. Ou seja, para garantir os 23 pontos que faltam para chegar à elite nacional, é preciso manter um aproveitamento de 54,76%.

Desde 2010, apenas o Figueirense, em 2013, subiu com 60 pontos e 18 vitórias. O Sport, em 2011, foi a equipe que precisou vencer menos para subir. O time pernambucano chegou à Série A com 17 triunfos e 61 pontos conquistados.

O equilíbrio da atual edição da Série B é grande, mas não maior do que aconteceu em 2012. Naquela temporada, três times terminaram empatados com 71 pontos. Atlético-PR (3º) e Vitória (4º) subiram com 21 vitórias, enquanto o São Caetano ficou em quinto com uma vitória a menos e aproveitamento de 62%, que o garantiria não só o acesso, mas o título da Segunda Divisão em 2010 e 2014.

Seguindo o cálculo do que é preciso para o Ju subir, é válido lembrar que dos 14 jogos que ainda faltam, sete são em Caxias do Sul, justamente o ponto forte da campanha alviverde na Série B. São nove vitórias em 12 jogos no Alfredo Jaconi. Até a 38ª rodada serão seis confrontos com os times que estão com pontuação de primeira página da tabela, sendo quatro em casa — Boa, Londrina, Ceará e Oeste.

Os números estão postos e a campanha alviverde anima. Vencendo o Boa, dia 22, o Juventude garante ao torcedor a certeza de, no mínimo, estar na Série B do Brasileiro de 2018.


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros