Judocas do Brasil ficam longe do pódio no primeiro dia do Mundial - Esportes - Pioneiro

Sem medalhas28/08/2017 | 16h25Atualizada em 28/08/2017 | 16h29

Judocas do Brasil ficam longe do pódio no primeiro dia do Mundial

Três atletas do país foram eliminados nas oitavas na categoria ligeiro

Judocas do Brasil ficam longe do pódio no primeiro dia do Mundial Paulo Pinto/CBJ,Divulgação
Eric Takabatake (E) foi eliminado pelo campeão mundial e vice-campeão olímpico Yeldos Smetov Foto: Paulo Pinto / CBJ,Divulgação
ZH Esportes
ZH Esportes

O Brasil ficou sem medalhas no primeiro dia de competições do Campeonato Mundial de Judô de Budapeste, na Hungria.

Três atletas do país subiram aos tatames da Laszço Papp Arena nesta segunda-feira (28). Estreantes em Mundiais, os ligeiros Phelipe Pelim (60kg) e Stefannie Koyama (48kg) começaram com vitórias, mas pararam nas oitavas-de-final, assim como Eric Takabatake (60kg), que caiu para o campeão mundial e vice-campeão olímpico, Yeldos Smetov, do Cazaquistão.

Leia mais:
Três sogipanas estarão no Mundial de Judô em Budapeste
Depois de May-Mac, UFC volta a organizar evento neste sábado
FOTOS: as imagens da superluta entre Mayweather e McGregor

Primeiro a lutar, Pelim pontuou com um waza-ari e imobilizou o russo Robert Mshvidobad para avançar à segunda rodada, onde superou o dominicano Elmert Ramirez por quatro waza-aris. 

Nas oitavas, o brasileiro fez duelo equilibrado contra o Mukhridhin Tilovov, do Uzbequistão, que terminou empatado nas punições no tempo normal (2-2). No golden score, Pelim acabou sendo punido por passividade e se despediu de seu primeiro Mundial.

Stefannie Arissa Koyama (48kg) também estreou bem, com vitória por um waza-ari no golden score contra a romena Monica Ungureanu. Nas oitavas, Arissa encarou a japonesa Funa Tonaki, sua colega na Universidade Teikyo, no Japão. 

A brasileira conseguiu abrir vantagem com um waza-ari e, na sequência da queda, foi imobilizada por Tonaki. Arissa saiu da imobilização antes dos 20 segundos e a japonesa anotou um waza-ari, empatando o combate. No golden score, novo waza-ari para Tonaki e vitória para a japonesa.

Terceiro brasileiro no tatame húngaro nesta segunda, Eric Takabatake (60kg) teve uma pedreira pela frente logo na primeira luta, onde encarou o atual campeão mundial e prata nos Jogos do Rio, Yeldos Smetov, do Cazaquistão. 

No tempo normal, Eric conseguiu ser mais agressivo, forçando duas punições ao cazaque e a luta foi para mais um golden score. Em contra golpe, Smetov conseguiu projetar Eric e anotou o waza-ari que eliminou o brasileiro do Mundial ainda nas oitavas-de-final.

A competição continua nesta terça-feira, 29, com mais três brasileiros na disputa, os meio-leves Charles Chibana (66kg), Érika Miranda (52kg) e Sarah Menezes (52kg).

O calendário do Brasil no Mundial de Budapeste

Terça-feira, 29/8
Charles Chibana (66kg)
Érika Miranda (52kg)
Sarah Menezes (52kg)

Quarta-feira, 30/8
Marcelo Contini (73kg)
Rafaela Silva (57kg)

Quinta-feira, 31/8
Victor Penalber (81kg)
Eduardo Yudi Santos (81kg)
Ketleyn Quadros (63kg)

Sexta-feira, 1º/9
Maria Portela (70kg)
Mayra Aguiar (78kg)
Samanta Soares (78kg)

Sábado, 2/9
Luciano Corrêa (100kg)
David Moura (+100kg)
Rafael Silva (+100kg)
Maria Suelen Altheman (+78kg)

Domingo, 3/9
Competição por equipes mistas

*ZHESPORTES

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros