Érika Miranda briga por medalha no Mundial de Judô nesta terça-feira - Esportes - Pioneiro

Em Budapeste28/08/2017 | 18h32Atualizada em 28/08/2017 | 18h32

Érika Miranda briga por medalha no Mundial de Judô nesta terça-feira

A experiente judoca da Sogipa é uma das favoritas na categoria até 52kg

Érika Miranda briga por medalha no Mundial de Judô nesta terça-feira IJF/Divulgação
Número 2 do ranking mundial, Érika já conquistou três medalhas em Mundiais Foto: IJF / Divulgação
ZH Esportes
ZH Esportes

Uma das principais esperanças de medalha do Brasil no Campeoanto Mundial de judô de Budapeste, a meio-leve Érika Miranda pisa no tatame húngaro hoje em busca de novo pódio na principal competição do calendário da modalidade em 2017. 

A experiente judoca da Sogipa figura como favorita na categoria até 52kg. Atual número 2 do ranking mundial, a brasiliense de 30 anos disputará seu oitavo Mundial, com três medalhas no currículo.

Leia mais:
Judocas do Brasil ficam longe do pódio no primeiro dia do Mundial
Três sogipanas estarão no Mundial de Judô em Budapeste
Depois de May-Mac, UFC volta a organizar evento neste sábado

Por ser cabeça de chave, Érika entra diretamente nas oitavas de final. Sua adversário sairá do confronto entre a moçambicana Jacira Ferreira e a australiana Tinka Easton. Estreante na categoria neste novo ciclo olímpico, Sarah Menezes é outra brasileira na chave. Campeã olímpica em Londres 2012 na categoria até 48kg, a judoca estreia diante da alemã Nieke Nordmeyer.

A principal rival das brasileiras é Majlinda Kelmendi, que ficou conhecida nos Jogos do Rio como a primeira atleta do Kosovo a conquistar um ouro olímpico. Dona de dois títulos mundiais, Majlinda pode enfrentar Sarah nas semifinais e Érika na decisão, caso as judocas avancem. 

No masculino, Charles Chibana representa o Brasil na categoria até 66kg. A programação começa às 5h, com as lutas preliminares. As finais estão programadas para as 11h.

O Brasil ficou sem medalhas no primeiro dia de competições em Budapeste, ontem. Estreantes em Mundiais, os ligeiros Phelipe Pelim (60kg) e Stefannie Koyama (48kg) começaram com vitórias, mas pararam nas oitavas-de-final, assim como Eric Takabatake (60kg), que caiu para o campeão mundial e vice-campeão olímpico, Yeldos Smetov, do Cazaquistão.

*ZHESPORTES

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros