Com gol de Tiago Marques, Juventude vence o Vila Nova-GO e se mantém na cola do G-4 - Esportes - Pioneiro

Série B18/08/2017 | 21h09Atualizada em 18/08/2017 | 22h28

Com gol de Tiago Marques, Juventude vence o Vila Nova-GO e se mantém na cola do G-4

Em um jogo de muita marcação imposta pelos goianos no Jaconi, centroavante garantiu o 1 a 0

Com gol de Tiago Marques, Juventude vence o Vila Nova-GO e se mantém na cola do G-4 Porthus Junior/Agencia RBS
Tiago Marques decidiu mais uma vez Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Tiago Marques é o principal nome do Juventude na Série B. Nesta sexta-feira, ele deu novamente uma vitória ao Juventude. Garantiu o 1 a 0 sobre o Vila Nova-GO, no Estádio Alfredo Jaconi. De quebra, ainda assumiu a artilharia da competição e mantém a equipe de Gilmar Dal Pozzo brigando na parte de cima da tabela.

O Vila Nova mostrou que estudou muito o Juventude. Fechou todas as principais vias de ataque alviverde, com três zagueiros e dois alas que fechavam uma linha defensiva de cinco atletas. Para complementar, os três jogadores de frente fixaram na linha de meio de campo e saíam com duas finalidades: apertar a zaga alviverde e contra-ataques. Os dois jogadores de meio de campo apenas balançavam de um lado ao outro para fechar os espaços do meio de campo alviverde.

Este é o cenário que o time do técnico Gilmar Dal Pozzo encontrou pela frente e que teve inúmeras dificuldades para conseguir furar. Num primeiro tempo de ampla movimentação, toque de bola na defesa alviverde e quase nenhuma chance de gol. 

A primeira foi do Vila. Num erro de passe de Domingues, aos 24 minutos, Alípio saiu em velocidade e conseguiu escorar para Alan Mineiro. O meia bateu fraco e à direita da goleira alviverde.

O Ju pouco produziu. A primeira boa infiltração só foi dar certo aos 39. Juninho recebeu na esquerda e puxou a primeira triangulação com Fahel e depois com Lucas. Assim, o meia alviverde chegou no lado direito, em frente a área. Com um passe em profundidade encontrou Leílson, que chegou batendo cruzado e viu o goleiro Luis Carlos defender.

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Antes do apito final da primeira etapa, outra boa chegada do time goiano. Em poucos passes, Maguinho foi lançado na área, aos 43. Ele tentou driblar Matheus Cavichioli e perdeu ângulo para marcar. Nesse jogo de xadrez, o resultado só poderia ser um na primeira etapa: empate sem gols.

Na volta do intervalo, o Vila se desprendeu da defesa e conseguiu trocar passes dentro da área do Ju. Aos três minutos, Moisés recebeu no segundo poste e bateu na direção do gol. Só não contava com o goleiro Matheus Cavichioli que retornou e já fazendo milagre. O time de Gilmar Dal Pozzo, então, conseguiu uma boa finalização. Leílson, aos oito, recebeu na esquerda e bateu para boa defesa de Luis Carlos.

A etapa final já começou com mais emoção. Aos 13, o time goiano chegou com chute de Maguinho, mas para fora. Aos 22, outra grande oportunidade. Após cobrança de falta, Geovane cabeceou na trave.

Só tinha uma forma de assustar os goianos e Tiago Marques acreditou. Aos 24, ele fez algo que ninguém havia arriscado: chute de longe. Da intermediária esquerda, bateu de longe e fez o goleiro rival fazer grande defesa.

Com tanta marcação do Vila Nova, só o artilheiro da Série B poderia resolver e de bola parada. Após cobrança de escanteio, Lucas desviou e Tiago Marques, livre, tocou para dentro do gol. Aliviando a torcida alviverde. O centroavante chegou a 11 gols, igualando Jonatas Belusso, que se transferiu para o futebol do Catar.

Só que Lucas acabou expulso aos 38 e aí acabou a tática resguardada do time goiano. O Vila partiu de qualquer forma para o ataque, mas não conseguiu prevalecer sobre a boa marcação alviverde. Fim de jogo: 1 a 0 para o Ju.


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros