Bronze no Taekwondo: a primeira medalha internacional da ACTKD - Esportes - Pioneiro

Conquista nas lutas23/08/2017 | 11h34Atualizada em 23/08/2017 | 20h08

Bronze no Taekwondo: a primeira medalha internacional da ACTKD

Matheus Meneghel Borges chegou ao pódio no Argentina Open, em Buenos Aires, na categoria até 74kg

Bronze no Taekwondo: a primeira medalha internacional da ACTKD Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Matheus Meneghel Borges conquistou o bronze no Argentina Open Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Foi uma conquista de um atleta, mas também de uma equipe. Uma medalha de bronze com sabor de ouro. Ainda em um momento inicial de transição entre a categoria júnior e o adulto, Matheus Meneghel Borges conquistou no último final de semana, no evento Argentina Open, em Buenos Aires, a primeira medalha internacional da Associação Caxiense de Taekwondo (ACTKD).

– Fico muito feliz de trazer essa medalha para Caxias do Sul e para a equipe. Acaba elevando o nome do nosso grupo e o meu da mesma forma. Essa evolução dentro do esporte representa muito, já que tinha resultados no Estado e até títulos nacionais. Estava buscando essa conquista internacional – explica Matheus Borges.

O lutador, natural de Caxias do Sul, tem 18 anos e desde os oito faz parte da equipe. Antes, chegou a ter uma breve passagem pelo judô. Com o apoio dos pais, Lucilena Meneghel e Flávio Luis Comunello Borges, encontrou no esporte um caminho auspicioso. Para o técnico Daniel Brisotto, a persistência resume a caminhada do atleta:

– Acho que é o sonho de qualquer treinador ter um aluno formado na sua categoria de base e que chega a um nível importante. É o que estamos conquistando aos poucos na ACTKD. O Matheus iniciou aqui com oito anos, tinha migrado do judô e ele foi muito persistente. Quando iniciou na equipe de competição, já com 11, mais treinava do que competia porque era um menino um pouco acima do peso. E ele nunca reclamou. No momento que passou a competir, trouxe resultados de cara e nunca mais parou.

Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Nas quatro edições do Brasileiro em que disputou, Matheus nunca ficou fora da decisão. Neste ano, foi vice-campeão adulto sub-21 na categoria até 74kg. Antes, ainda júnior, faturou dois títulos (2014 e 2016) e outro vice (2015). Por conta disso, o objetivo é continuar progredindo, passo a passo:

– Nunca se chega ao nível máximo. Sempre é preciso melhorar. Esta medalha nos traz a certeza de que podemos conquistar resultados ainda maiores, chegar a um patamar ainda mais alto. Acredito que seja uma recompensa. O taekwondo é uma grande parte da minha vida. Vivi vários momentos especiais, conheci muitas pessoas e lugares. Quero melhorar ainda mais e, no ano que vem, alcançar a vaga na seleção brasileira. Esse é o objetivo no momento.


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros