Lutador caxiense tem luta confirmada no principal evento de kickboxing do mundo - Esportes - Pioneiro

Artes Marciais12/07/2017 | 09h30Atualizada em 12/07/2017 | 09h30

Lutador caxiense tem luta confirmada no principal evento de kickboxing do mundo

Wellington Uega saiu da fila de espera e enfrentará Eyevan Danenberg em setembro

Lutador caxiense tem luta confirmada no principal evento de kickboxing do mundo Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Preparação de Uega será dividida no Brasil e na Holanda, onde permanecerá por 30 dias Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Muito se passou desde o dia 13 de agosto de 2016, quando o lutador caxiense Wellington Uega (Hemmers Gym Brasil/WU Sports) venceu no Road to Glory Brasil, evento de acesso à maior organização de kickboxing do mundo. Foi um período de ansiedade, trabalho e muita espera para a confirmação de que o caxiense estaria de volta ao card principal do Glory. Mas, enfim, a espera acabou. 

Uega está confirmado no evento 45, dia 30 de setembro, em Amsterdã, na Holanda. O adversário será Eyevan Danenberg,, natural de Aruba, 24 anos, número 11 no ranking da organização.

— Vou ter a oportunidade que pedi a eles (organização do Glory). Queria uma chance. É um divisor de águas na minha vida porque só depende de mim. A luta é dia 30 de setembro e se eu não treinar em três meses, não treino nunca mais. Vou estar muito preparado e consciente do que eu tenho que fazer — afirma Uega.

O discurso reflete bem a dificuldade que foi chegar ao Glory e o quanto essa luta era desejada. Mesmo que o caxiense tenha vencido no evento de acesso, estivesse credenciado a entrar na organização e que o seu card seja de 30 lutas profissionais, com 19 vitórias por nocautes e nenhuma derrota, Uega estava em uma fila sem fim. Para conseguir sair dela? Ele arriscou tudo. Com recursos próprios, Uega saiu do Brasil e foi treinar na Hemmers Gym da Holanda, sede mundial da academia.

— Tudo demorou muito para acontecer. Eu venci o Glory Road em agosto de 2016. Depois era para lutar em janeiro, passou para fevereiro, depois março e foi indo. Eu estou com 32 anos. Era a hora de ir lá e ver o que tinha e o que não tinha — conta o lutador.

Foram 45 dias de treinos com os principais lutadores da Hemmers Gym e atletas que vão até a Holanda para buscar seu espaço dentro da organização. Até por isso, o período foi para mostrar serviço, conquistar o direito de entrar no card e até analisar possíveis adversários que poderão surgir na busca de um cinturão.

— Não vi nada demais. Eles têm mais promoção, suporte melhor, mas têm dois braços e duas pernas. Assim como foi sempre na minha vida, vou lá e vou meter porrada neles. Não tem segredo — afirma Uega.

Terminou a espera e agora tudo é preparação. Afinal, poderá ser a vitória mais importante do kickboxing caxiense. E que abrirá outras portas para o esporte na cidade.

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comCaxienses buscam o bicampeonato do Rally dos Sertões 2017 nos carros e nas motos https://t.co/sKSgFKDWfQ #pioneirohá 4 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com"A pecuária é compatível com a conservação do campo nativo", diz ambientalista https://t.co/PQGtt3qthc #pioneirohá 24 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros