Juventude terá um duelo congelante contra o CRB nesta terça-feira - Esportes - Pioneiro

Série B18/07/2017 | 10h44Atualizada em 18/07/2017 | 14h27

Juventude terá um duelo congelante contra o CRB nesta terça-feira

Com previsão de temperatura negativa, alviverde terá jogo duro contra um adversário embalado na competição

Juventude terá um duelo congelante contra o CRB nesta terça-feira Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Dentro de uma partida em um campeonato tão equilibrado como a Série B do Brasileirão, tudo pode ser utilizado como arma diferenciada para conquistar os três pontos. Inclusive o frio. Com as baixas temperaturas previstas para a noite desta terça, o Juventude quer ter mais um aliado para tentar superar o CRB, às 19h15min, no Estádio Alfredo Jaconi. Ainda mais que o adversário vem do Nordeste e, por lá, a variação climática fica em torno de 30ºC ou mais.

— O adversário deve sentir mais do que nós. Estamos acostumados, por mais que os últimos dias antes da viagem não estivessem frio e tenhamos ficado uma semana lá. Temos de tirar proveito para fazer uma boa partida — diz o meia Juninho.

Mas o problema pode estar justamente nesses últimos sete dias. O Ju ficou em Recife (PE), quando empatou com o Náutico e a temperatura estava em média 30ºC. Depois, foi derrotado pelo Ceará, com 32ºC em Fortaleza (CE). Ou seja, os dois times vão precisar se adaptar ao rigoroso inverno gaúcho.

— Não vejo vantagem e nem desvantagem. Estamos mais acostumados, mas tivemos problema na nossa logística. Viajamos todo o dia de domingo (no retorno de Fortaleza), o voo deveria descer em Caxias do sul e tivemos que ir para Porto Alegre. Houve um desgaste maior que o previsto — pontua o técnico Gilmar Dal Pozzo.

Leia mais:
Ju poderá ter mudanças contra o CRB
Sub-17 alviverde enfrenta o Botafogo, pelas quartas de final da Taça BH

De fato, a questão do frio só deve atrapalhar no início da partida ou antes do começo do jogo. Quando a bola rolar, o time alviverde terá pela frente um adversário duro. O CRB vem de uma arrancada forte. São seis partidas de invencibilidade, com cinco vitórias e um empate.

— Eles vêm de uma sequência muito boa. Estão confiantes. Mas também terão o respeito pela campanha que estamos fazendo até aqui. Independentemente disso, precisamos estar bem concentrados para fazer o nosso melhor — alerta Juninho.

O meia cita esse ponto, justamente por ter sido o fator fundamental na derrota para o Ceará. Foram dois minutos de desconcentração e que custaram um revés. Por isso, é hora de recolocar a cabeça no lugar e voltar a vencer para se manter no G-4 e brigando pela liderança. 

Além do frio, outro fator preponderante ao Ju é o Alfredo Jaconi. Em toda a Série B, foram seis vitórias e apenas uma derrota como mandante.

— Temos que buscar essa vitória na nossa casa, onde somos mais fortes. Teremos o apoio da torcida e precisamos usar isso para voltar a vencer — afirma o meia alviverde.

Num jogo tão importante, contra um time embalado, vale usar todas as estratégias possíveis na busca pelos três pontos. O futebol do Ju só não pode congelar no frio de Caxias do Sul.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros