Juventude pressiona, ataca, mas fica no empate com o CRB no Jaconi - Esportes - Pioneiro

Série B18/07/2017 | 21h05Atualizada em 18/07/2017 | 21h49

Juventude pressiona, ataca, mas fica no empate com o CRB no Jaconi

Equipe alviverde não conseguiu superar o bom sistema defensivo alagoano e teve a primeira igualdade em casa na competição

Juventude pressiona, ataca, mas fica no empate com o CRB no Jaconi Felipe Nyland/Agencia RBS
Leílson fez o seu primeiro gol com a camisa alviverde na Série B Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Na fria noite caxiense, o Juventude não conseguiu superar o defensivo CRB. Acabou no empate em 1 a 1, dentro do Estádio Alfredo Jaconi. Pela primeira vez na Série B, o time alviverde termina com um resultado de igualdade dentro de casa. Os gols foram marcados no primeiro tempo. O meia Leílson abriu o placar para o Ju, aos 21, e o zagueiro Flávio Boaventura empatou aos 29. Na próxima rodada, o time de Gilmar Dal Pozzo visita o Oeste, no interior de São Paulo.

Um primeiro tempo que iniciou em ritmo lento e quase tão frio quanto a temperatura de 5°C. Demorou, mas aos poucos começou a ficar atraente para quem assistia das frias arquibancadas do Jaconi. Bem verdade que os goleiros trabalharam muito pouco. Nas três vezes que a bola foi em direção as goleiras, foram dois gols. Apenas o goleiro Matheus Cavichioli fez uma defesa.

O CRB tentou barrar o ímpeto do Juventude com muita troca de passes e fechar bem, no sistema 4-1-4-1, nos primeiros minutos. Com as duas linhas bem próximas, o Ju teve que ter paciência e rodar muito a bola. O time de Gilmar Dal Pozzo rondou a área adversária, mas poucos chutes. O único foi de Leílson, aos 12. Da entrada da área, ele arriscou e a bola ficou em cima da marcação.

Depois de muito trabalhar a bola e tentar estratégias de furar a defesa alagoana, o Ju conseguiu chegar e ser efetivo aos 21. Bruno Collaço recebeu a bola na ponta esquerda de ataque e cruzou buscando Tiago Marques no meio da área. A defesa conseguiu barrar o goleador e a bola caiu no segundo poste para o meia Leílson. Ele bateu cruzado e balançou a rede: 1 a 0. O primeiro gol do meia com a camisa alviverde.

Isso fez o CRB buscar o ataque. O adversário mostrou muita técnica e boa troca de passes. Mas o empate veio em bola parada, aos 29. Marcos cobrou escanteio do lado direito e na cabeça de Flávio Boaventura. O zagueiro desviou e a bola foi morrer no fundo da rede: 1 a 1.

Flávio Boaventura (D) fez o gol de empate do CRB ainda no primeiro tempo Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Depois o CRB ficou com a bola e conseguiu trabalhar. Aos 39, o goleiro Matheus fez a única defesa do primeiro tempo. Após lançamento na área, Chico desviou e a bola sobrou para Neto Baiano, livre, cabecear para defesa do goleiro alviverde. No minuto seguinte, o Ju respondeu com uma cabeçada por cima do gol de Tiago Marques. Foi só na primeira etapa.

Na volta do intervalo, o time do técnico Gilmar Dal Pozzo parecia mais ligado e querendo definitivamente esquentar o jogo no Jaconi. Foi para a pressão alta nos primeiros minutos. A primeira boa conclusão alviverde veio aos oito. Tiago Marques recebeu na área, pelo lado esquerdo, mas bateu para fora.

No ataque e tentando sufocar o CRB, o time alviverde teve conclusão de Wallacer, aos 14, mas no meio do gol. Fácil para o goleiro. O problema é que a resposta alagoan foi mais perigosa. Chico cobrou falta na área, da esquerda, e a bola sobrou no segundo poste. Neto Baiano cabeceou cruzado e a bola passou na frente da goleira alviverde.

Aos poucos o time nordestino conseguiu controlar a pressão inicial e crescer na partida. Primeiro foi Neto Baiano que não conseguiu desviar um cruzamento da esquerda aos 20. Depois foi o atacante Erick que chutou da entrada da área em cima da marcação, aos 22.

O Ju só foi conseguir assustar novamente com Leílson, aos 29. Ele arriscou da intermediária e fez o goleiro afastar com a ponta dos dedos. Arrancando um "uh" dos jaconeros. Mas o time alagoano respondeu de pronto. Aos 31, Erick recebeu no lado direito da área e bateu buscando o ângulo esquerdo de Matheus. Melhor para o goleiro que fez uma grande defesa.

Na reta final, o time alviverde foi ao ataque. Ruan Renato, aos 36, cruzou da esquerda, Leílson tocou para dentro da área e a zaga afastou em cima da linha. Mas a resposta foi novamente de Erick. O CRB saiu em contragolpe aos 40, Yuri cruzou e o atacante alagoano cabeceou para fora. Os minutos foram de muita transpiração alviverde, mas sem efetividade. Fim de jogo: 1 a 1.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros