"Imundícia é uma palavra bem carinhosa", diz secretária de Esportes sobre o Fiesporte - Esportes - Pioneiro

Caxias do Sul14/07/2017 | 11h25Atualizada em 14/07/2017 | 11h58

"Imundícia é uma palavra bem carinhosa", diz secretária de Esportes sobre o Fiesporte

Márcia Rohr da Cruz fez referência ao fato de que entidades devem ter conhecimento de todos os procedimentos para se habilitar ao financiamento esportivo 

"Imundícia é uma palavra bem carinhosa", diz secretária de Esportes sobre o Fiesporte Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Rádio Gaúcha
Rádio Gaúcha

A secretária de Esporte e Lazer de Caxias do Sul,  Márcia Rohr da Cruz, afirmou nesta sexta-feira, em entrevista à Gaúcha Serra, que as entidades que desenvolvem projetos ligados ao esporte precisam ter o conhecimento de todos os procedimentos necessários ao se inscreverem para receberem verbas públicas. Nesse ano, menos entidades serão contempladas pelo Financiamento Municipal de Desenvolvimento do Esporte e Lazer (Fiesporte).

Na entrevista, secretária falou do áudio em que diz que "ela mesma poderia dizer ao prefeito 'corta essa imundícia'", sobre a continuidade do Fiesporte.

Leia mais
Secretária de esportes de Caxias do Sul confirma veracidade do áudio e reitera: "negócio imundo, viciado"
Em áudio vazado, secretária de Esporte de Caxias fala sobre o Fiesporte: "corta essa imundícia"

O áudio, recebido pela reportagem do Pioneiro, foi gravado em 29 de maio, o encontro entre Márcia, o secretário de Gestão e Finanças, José Alfredo Duarte Filho, e os representantes das entidades aprovadas pelo Fiesporte, no Auditório do Sindiserv. Nesta sexta-feira, ela afirmou que as entidades que não tiveram os projetos aprovados não cumpriram com todas as normas que regem o financiamento esportivo.

— Imundícia é uma palavra ainda bem carinhosa com essa situação toda porque as entidades tem que ter o conhecimento de todos os procedimentos porque os documentos estão todos à disposição — disse a secretária à Gaúcha Serra.


A secretaria ainda não divulgou o número de entidades contempladas. Conforme Márcia, foram destinados, inicialmente, R$ 2,9 milhões ao Fiesporte. O valor que não utilizado, será encaminhado ao caixa único do município.

Confira abaixo a entrevista com a secretária no programa Gaúcha Hoje, da Gaúcha Serra, desta sexta-feira:


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros