Zagueiro Ruan Renato volta ao time titular do Juventude após expulsão providencial em prol do grupo - Esportes - Pioneiro

Série B01/06/2017 | 21h23Atualizada em 01/06/2017 | 21h24

Zagueiro Ruan Renato volta ao time titular do Juventude após expulsão providencial em prol do grupo

Defensor evitou gol do Vila Nova-GO na segunda rodada depois de um erro de passe de um colega

Zagueiro Ruan Renato volta ao time titular do Juventude após expulsão providencial em prol do grupo Roni Rigon/Agencia RBS
Ruan Renato retorna à equipe após suspensão Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Desde a pré-temporada o Juventude está valorizando bastante o grupo de atletas. Não um ou outro destaque individual. É de praxe nas coletivas a exaltação da qualidade coletiva e da força que isso poderá dar ao time na disputa da Série B. Pode-se considerar que o goleiro Matheus Cavichioli, por boas defesas, e Tiago Marques, com dois gols, despontam um pouco. Mas há mais pontos que demonstram que o coletivo está sendo mais forte. O zagueiro Ruan Renato é um bom exemplo.

Ele volta ao time contra o Inter, neste sábado, às 19h, no Beira-Rio. Ficou fora da vitória sobre o Paraná, no último sábado, porque foi expulso no empate com o Vila Nova, pela segunda rodada, quando foi obrigado a fazer uma falta depois do erro de passe de um colega. Mas este cartão vermelho foi na hora certa e elogiado pelo técnico Gilmar Dal Pozzo. Foi isso que evitou o gol do rival goiano e uma possível derrota na competição.

— Naquele momento, não pensei em mim, apenas no grupo. Nossos jogadores priorizam sempre o coletivo. Se for necessário ser expulso mais uma vez para evitar um gol e sairmos com um ponto ou com a vitória, pode ter certeza que não só eu, mas todos vão fazer isso para o bem da equipe — afirma Ruan Renato.

A demonstração de entrega do grupo em prol da campanha pode ser um alento antes de um clássico na competição. O Juve-Nal da quarta rodada tem perspectiva de um grande jogo. Assim como foi no Gauchão, com vitória alviverde. Mas, daquele jogo, só a rivalidade e a lembrança da boa atuação. O resto não entra em campo.

— É outra história, até porque nosso time mudou muito e eles também tiveram mudanças. Aquele foi um dos nossos melhores jogos no ano. Agora, estamos trabalhando para transformar essa próxima partida em uma das nossas melhores da temporada — pontua o zagueiro.

São momentos opostos. Enquanto o Ju está no G-4, o Inter tenta se recuperar na tabela. Ao alviverde, a força do coletivo poderá fazer a diferença para se manter no pelotão de frente.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros