MGA Games estreia na Copa do Brasil tendo que superar as dificuldades financeiras - Esportes - Pioneiro

Futsal Feminino24/06/2017 | 09h10Atualizada em 24/06/2017 | 09h10

MGA Games estreia na Copa do Brasil tendo que superar as dificuldades financeiras

Sem patrocínios e com Fiesporte atrasado, bicampeãs gaúchas jogam contra as Leoas da Serra-SC neste sábado

MGA Games estreia na Copa do Brasil tendo que superar as dificuldades financeiras Porthus Junior/Agencia RBS
Goleira Bruna é uma das principais lideranças do time bicampeão gaúcho de futsal Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Um novo desafio para quem já conquistou o Rio Grande do Sul. Uma novo obstáculo, agora nacional, de quem ainda não conta nem com o apoio de Caxias do Sul. Assim começa neste sábado a caminhada da MGA Games na Copa do Brasil de futsal feminino. As atuais bicampeãs gaúchas encaram o forte time das Leoas da Serra, em Lages-SC, a partir das 19h.

Ainda sem contar com o valor referente aos projetos do Fiesporte, o time caxiense não conseguiu fazer os investimentos que desejava e nem seguir a programação que imaginou para um momento tão importante para o único representante do Rio Grande do Sul na competição nacional. Os reforços planejados não vieram. Nem mesmo quem já está na cidade pode atuar.

Renata Adamatti, jogadora de seleção brasileira e que participou do bicampeonato com a MGA, não teve sua transferência internacional realizada por falta de verba e acabou ficando de fora do grupo da Copa.O deslocamento para Lages também foi orçado de maneira diferente do que será feito.

Segundo planejado inicialmente com o valor do Fiesporte, o time teria viajado na sexta-feira e passaria a noite em Santa Catarina, o que custaria algo em torno de R$ 5 mil, incluindo a janta . Sem contar com nenhum patrocínio, o clube gasta R$ 1,5 mil de transporte e o deslocamento inicia às 13h deste sábado. Soma-se a isso os R$ 450 de alimentação pós-jogo. As atletas vão almoçar em casa, viajar e chegar menos de duas horas antes da partida no ginásio.

A direção da equipe segue em busca de apoio para a disputa das competições do ano enquanto o fomento municipal não é liberado.

— Está muito difícil. Mesmo sendo bicampeões gaúchos, fizemos um projeto legal para as empresas, mas ninguém quis investir. Queríamos dar uma condição diferente para as atletas para esse jogo, mas não teve como. Mal sabíamos como iríamos para Lages — lamentou a vice-presidente da MGA, Dieli Schimidt.

As 14 atletas relacionadas para o jogo moram em Caxias do Sul. O duelo de volta será no próximo sábado, às 20h, no Ginásio do Enxutão. O time do técnico Leandro Luciano deve começar a partida com Bruna, Teti, Pulga, Patrícia e Quelen.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros