Em noite de comemorações, Juventude faz 3 a 0 no Goiás e reassume a liderança da Série B - Esportes - Pioneiro

Festa Jaconera27/06/2017 | 21h07Atualizada em 28/06/2017 | 09h29

Em noite de comemorações, Juventude faz 3 a 0 no Goiás e reassume a liderança da Série B

Wallacer, Tiago Marques e Diego Felipe fizeram os gols alviverdes na noite em que o clube comemorou 18 anos da conquista da Copa do Brasil

Em noite de comemorações, Juventude faz 3 a 0 no Goiás e reassume a liderança da Série B Felipe Nyland/Agencia RBS
Wallacer abriu o placar no Jaconi Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Uma vitória para o Juventude descansar tranquilo. No oitavo jogo no mês e na noite que o torcedor jaconero celebrava os 18 anos da conquista mais importante de um clube do interior Gaúcho, a Copa do Brasil de 1999, o time alviverde entrou em campo no Alfredo Jaconi para vencer o Goiás e também o cansaço pela dura rotina de viagens nas últimas semanas. E conseguiu. Aproveitando as bobeiras da defesa adversária, os comandados de Gilmar Dal Pozzo fizeram 3 a 0 na noite desta terça-feira. O placar devolve o Ju à liderança da Série B, e não será ultrapassado em pontuação pelo Guarani. Foi a primeira vez que o Juventude fez gols nos dois tempos de jogo.

Leia mais: 
Jogadores do Juventude celebram tempo de descanso e vitória que garantiu retomada da liderança
Gilmar Dal Pozzo enaltece grupo de jogadores do Juventude com a vitória sobre o Goiás
Goleador do Juventude, Tiago Marques está na mira do futebol sul-coreano

O primeiro tempo foi fraco tecnicamente pelo lado do Juventude. Apresentando sinais claros de desgaste após a sequência de jogos na Série B. Sem manter a dinâmica encontrada nas partidas em casa, o time alviverde viu o adversário mais perigoso em toda a primeira etapa.

E o primeiro lance de real perigo do jogo foi para os visitantes, aos 20 minutos, mas com grande contribuição da defesa do Juventude. Bola nas costas da defesa alviverde. Ruan Renato fez a cobertura, mas chutou em cima de um jogador do Goiás. O goleiro alviverde saiu fora da área para afastar, mas o chute de Matheus foi fraco e caiu no pé de Léo Gamalho. O centroavante do time goiano mandou por cima, e Tinga salvou mandando para escanteio.

Aos 22 foi a vez de Pedro Bambu arriscar em cobrança de falta por cima do gol do Juventude. A primeira chegada alviverde foi de Juninho pela direita, cruzamento para o meio da área que Tiago Marques tentou um voleio. A bola foi sem perigo pela linha de fundo.

Enquanto os visitantes levavam perigo no ataque, o Juventude aproveitou, aos 34 minutos, o vacilo de uma atrapalhada dupla do Goiás. Cruzamento de Tinga da direita, o goleiro visitante saiu para defesa tranquila, mas acabou se chocando com o zagueiro Matheus Ferraz, e a bola sobrou tranquila para Wallacer, sem marcação, só empurrar para o fundo da rede e o novo placar eletrônico do Alfredo Jaconi teve seu marcador alterado pela primeira vez.

Quando se imaginava um final tranquilo de primeiro tempo e comemoração com o 1 a 0, apareceu novamente a dupla do Goiás, em uma noite desastrosa no Jaconi. Tiago Marques avançou e ganhou na velocidade de Matheus Ferraz, pela esquerda de ataque. O 9 alviverde adiantou a bola, que se encaminhou na direção do goleiro adversário. Marcelo Rangel tentou sair de carrinho, mas acabou errando o tempo da bola. O artilheiro do Juventude na Série B teve espaço para sozinho fazer o segundo gol alviverde na partida. Foi o sexto do centroavante na competição, que praticamente não comemorou.

Tiago Marques (D) iniciou jogada pela esquerda e fez o segundo gol do jogo Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A segunda etapa, que poderia ser de administração do placar por parte do Juventude, teve a equipe alviverde arriscando desde o início. Aos 6 minutos, Lucas recebeu de Bruno Collaço e arriscou chute forte no canto direito. O goleiro Marcelo Rangel desta vez conseguiu espalmar pela linha de fundo.

Apesar de ter mais posse de bola durante toda partida, o Goiás pouco chegava perto do gol de Matheus. Aos 24 minutos, quando Carlos Eduardo chegou pela esquerda, conseguiu limpar da marcação. Nenhum jogador dos visitantes aproveitou e a defesa do Ju cortou.

O tempo passava, o cansaço também. Mas o que não diminuía era a fome de gol do Juventude. Aos 34 minutos, Juninho arriscou para mais uma boa defesa do goleiro do Goiás.

As mudanças no Juventude começaram. E do banco vieram as razões para mais uma comemoração alviverde. Jogada de pé em pé no ataque, Wesley Natã arrumou a bola para Diego Felipe, que de pé esquerdo mandou um chutaço, no ângulo direito do goleiro Marcelo Rangel, que se esticou, mas não alcançou. Aos 39 minutos o Juventude decretava mais uma goleada em casa na Série B, para comemoração da Papada.



 

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comParceria com iniciativa privada permitiu estruturação do espaço no HG, em Caxias https://t.co/gdYSQdnaiv #pioneirohá 11 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comHomem é encontrado morto, em Caxias do Sul https://t.co/ryVKfYIXlQ #pioneirohá 11 horas Retweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros