Adão Júnior: torcer ou não para o Novo Hamburgo na final do Gauchão, eis a questão aos grenás - Esportes - Pioneiro

Coluna Digital05/05/2017 | 14h22Atualizada em 05/05/2017 | 14h22

Adão Júnior: torcer ou não para o Novo Hamburgo na final do Gauchão, eis a questão aos grenás

Caxias pode ganhar a vaga do Noia na Série D de 2017 caso o clube da região metropolitana desista do Brasileiro

Adão Júnior: torcer ou não para o Novo Hamburgo na final do Gauchão, eis a questão aos grenás Mateus Bruxel/Agencia RBS
Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Para começo de conversa, aqui vai uma opinião. E que fique bem claro: não é uma informação colhida com os dirigentes do Novo Hamburgo. Porém, me parece clara a seguinte situação: se o Noia for campeão gaúcho neste domingo, a direção anilada vai confirmar a participação do time na Série D do Brasileiro deste ano. Se não for campeão, as chances de não disputar são enormes e a vaga pode ser oferecida ao Caxias.

Por que essa teoria? Simples, torcedor grená. Mesmo que o Novo Hamburgo esteja com dificuldades financeiras como todos os outros clubes do Interior, um inédito título gaúcho traria empolgação, atrairia parceiros e patrocinadores, faria o Noia conquistar mais sócios, torcedores e simpatizantes, ganharia mais apoio da comunidade e toda a mídia estaria em cima para saber o futuro do campeão. Mesmo que os destaques da equipe saiam para clubes maiores, ficaria uma base entre reservas e alguns titulares. Ou seja: não teria como desistir do Brasileiro.

Por outro lado, se perder para o Inter neste domingo o cenário muda bastante. Baixaria a adrenalina, a empolgação de antes daria lugar a uma ponderação maior, o dinheiro da renda da final no Centenário seria usado para pagar dívidas, premiações e tal, ganharia vários tapinhas nas costas dos patrocinadores, voltaria à realidade e pensaria duas vezes antes de tomar qualquer decisão. Por isso, deixou para decidir sobre a participação depois da final.

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) só tem um plano B: se o Novo Hamburgo desistir da Série D, a vaga é do Caxias. Por quê? Simples. É o único clube que toparia entrar na última hora e o único com estrutura para montar uma equipe às pressas (a competição começa dia 21 de maio, mas pode ser adiada). Veranópolis, Cruzeiro e outros entraram em férias depois do Gauchão e não teriam bala na agulha para aceitar o convite.

A FGF até acena com a possibilidade de mais uma vaga ao Rio Grande do Sul por desistência de clubes de outros Estados, mas, convenhamos, isso é muito mais difícil de acontecer. Hoje, são três vagas gaúchas que foram conquistadas em 2015 e que deram direito de participação a Novo Hamburgo, São José e São Paulo-RG nas edições da Série D de 2016 e 2017. Quanto a 2018, Novo Hamburgo e Caxias estão garantidos pelas campanhas no Gauchão 2017. A outra vaga será pela Copinha do segundo semestre.

Então, eis a questão aos grenás: é melhor o Novo Hamburgo ser vice ou campeão neste domingo? Agora, uma coisa que nenhum torcedor de raiz do Caxias, do Juventude ou dos outros times do Interior pode negar é o seguinte: que seria legal ver o Noia levantar a taça no Estádio Centenário, ah seria...

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comRompidos desde março, prefeito e vice de Caxias seguem sem conviver https://t.co/IVhLn1DNLA #pioneirohá 21 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comConfira a lista de falecimentos desta quinta-feira https://t.co/CJTrKvUSQS #pioneirohá 46 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros