Veranópolis aposta em marcação forte para surpreender o Grêmio no Antônio David Farina - Esportes - Pioneiro

Gauchão 201701/04/2017 | 18h00Atualizada em 01/04/2017 | 18h00

Veranópolis aposta em marcação forte para surpreender o Grêmio no Antônio David Farina

Na primeira fase, time pentacolor segurou o empate na Arena

Veranópolis aposta em marcação forte para surpreender o Grêmio no Antônio David Farina Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Tiago Nunes tem todo grupo à disposição para o primeiro duelo das quartas de final Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Que os clubes do Interior encaram os jogos contra os times grandes com outra disposição, todos sabem. O Veranópolis é o exemplo disso na prática. Na primeira fase, não perdeu nenhuma para os clubes mais expressivos do Estado. Empatou com a dupla Gre-Nal e venceu Juventude, Brasil-Pel e Caxias. 

O retrospecto será posto à prova novamente neste domingo. Pelas quartas de final do Gauchão, o pentacolor enfrenta o Grêmio, às 16h, no Estádio Antônio David Farina. 

– Dá um estímulo a mais. Para quem não tem o segundo semestre garantido, esses jogos possuem maior visibilidade. O time acaba crescendo. Vamos torcer para que continue assim – afirma o volante Jonatan Lima.

Mas só a vontade não determina que o menor sobreponha o grande. Há questões de dentro de campo. Organização e consciência do que se fará com a bola, além dos espaços que esses times concedem.

– Nossos melhores jogos foram contra as equipes de maior representatividade e com bastante qualidade. São times que tentaram fazer o gol em nós e concederam espaços. Conseguimos manter a regularidade defensiva e ofensiva, em jogos onde o equilíbrio técnico e tático fez a diferença – acredita o técnico Tiago Nunes.

Se na primeira fase o VEC buscou o empate com o Grêmio em 1 a 1, na Arena, agora é hora de surpreender de novo. E por que não sonhar mais alto?

– Conquistamos o primeiro objetivo que era a permanência na primeira divisão. Agora que chegamos na segunda fase, é pensar em coisas maiores. Conhecemos a qualidade do Grêmio, mas não vamos mudar a nossa forma de jogar. Vamos continuar marcando sob pressão e jogando quando estiver com a bola – afirma Jonatan.

Como franco atirador, o VEC definiu a estratégia. Tem que fazer o dever de casa para chegar vivo no jogo de volta.

– Conhecemos o nosso campo, é um gramado diferente e o jogo ficará um pouco mais lento. Temos que tentar aproveitar isso. Mas o Grêmio vem completo, encarando essa fase com muito mais seriedade. Se tivermos algum revés no primeiro jogo, dificilmente revertemos na volta. Tem que ser inteligente e chegar com jogo aberto lá na Arena – pondera Tiago Nunes.

Na primeira fase, Tiago Nunes falou em estacionar o ônibus na frente da área. O cenário não muda na disputa por uma vaga na semifinal.

– Sabemos da nossa limitação e talvez esse seja um dos melhores atributos que tivemos na competição. Que possamos trabalhar no nosso limite e, quem sabe, surpreendê-los novamente – completa Nunes.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros