TJD-RS denuncia Wagner, Pitol, Ruan, Hugo Martins e Juventude pela confusão no Ca-Ju 281 - Esportes - Pioneiro

No Tribunal24/03/2017 | 15h33Atualizada em 24/03/2017 | 15h42

TJD-RS denuncia Wagner, Pitol, Ruan, Hugo Martins e Juventude pela confusão no Ca-Ju 281

Procurador-geral Alberto Franco analisou as imagens do clássico do último dia 18 e identificou algumas pessoas

TJD-RS denuncia Wagner, Pitol, Ruan, Hugo Martins e Juventude pela confusão no Ca-Ju 281 Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Pitol deu declarações polêmicas após o jogo e se desentendeu com Caion e Ruan na saída Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Assim como já era esperado, o meia Wagner foi o primeiro jogador denunciado pelo procurador-geral do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS), Alberto Franco, pelos episódios ocorridos no Ca-Ju 281, sábado passado, no Estádio Alfredo Jaconi. Porém, ele não está sozinho. O goleiro Marcelo Pitol, também do Caxias, e o zagueiro Ruan Renato, do Juventude, foram intimados, além do auxiliar técnico alviverde Hugo Martins.

Wagner, Pitol e o auxiliar Hugo Martins foram denunciados no artigo 258, que fala em provocar ou incitar a violência, e podem pegar de um a seis jogos de suspensão ou prazo de 15 a 180 dias. Ruan Renato foi enquadrado no artigo 250, pela expulsão na falta violenta sobre Wagner, e pode pegar até três jogos de punição. 

Já o Esporte Clube Juventude foi denunciado no artigo 211, por não coibir a confusão na saída da delegação do Caxias do Jaconi, e pode ser punido com uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil reais e interdição do estádio. Os julgamentos de cada caso não têm data marcada, mas devem ocorrer antes da fase de mata-matas do Gauchão.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros