Guerrinha: "Pintura de D'Alessandro" - Esportes - Pioneiro

Coluna do Guerra16/03/2017 | 07h36Atualizada em 16/03/2017 | 07h36

Guerrinha: "Pintura de D'Alessandro"

Guerrinha: "Pintura de D'Alessandro" Carlos Macedo/Agencia RBS
Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Foi parto sem dor. Cheio de reservas, desentrosado, sem ser brilhante, o Inter sobrou contra o frágil Sampaio Corrêa. Fez 3 a 0, com dois gols de Carlos e uma pintura de D'Alessandro, que entrou no segundo tempo e deu mais ânimo e qualidade ao time colorado. Agora, é pensar no jogo mais importante da semana, também no Beira-Rio, sábado, contra o São Paulo-RG, quando só a vitória interessa.

Empate – Ficou de bom tamanho. Num jogo que tinha toda a cara de pedreira, o Grêmio largou na frente, mas deu outra bobeira, levou gol e pecou nas conclusões. A igualdade agradou muito mais o Brasil-Pel do que o Tricolor, que assumiu a vice-liderança. O Xavante deu um passo em busca da vaga.

Presente – Deu tudo certo. Na estreia da Libertadores, o Botafogo jogou no limite, derrotou o argentino Estudiantes e largou com importantes três pontos. Quem acabou a noite feliz foi o técnico Jair Ventura, aniversariante, e que ganhou de presente dos seus jogadores uma bela vitória.

Vaga – Pode valer a vaga. Após a importante vitória fora de casa, a Chapecoense faz seu primeiro jogo no Índio Condá, logo mais, contra o argentino Lanús. Parada complicada, mas em caso de vitória a Chape dá um passo gigantesco para assegurar vaga na segunda fase da Libertadores.

Perguntinha – Quantos brasileiros vão passar de fase na Libertadores?

Leia outras colunas do Guerrinha

*Diário Gaúcho

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros