Garçom no Caxias, meia-atacante Reis pode ser protagonista no clássico - Esportes - Pioneiro

Semana Ca-Ju16/03/2017 | 20h34Atualizada em 16/03/2017 | 20h38

Garçom no Caxias, meia-atacante Reis pode ser protagonista no clássico

Jogador já tem quatro assistências e um gol no campeonato e é o cara da bola parada no Centenário

Garçom no Caxias, meia-atacante Reis pode ser protagonista no clássico Felipe Nyland/Agencia RBS
Reis é um dos destaques do time do técnico Luiz Carlos Winck no Estadual 2017 Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A bola parada se tornou a principal arma do Caxias no Gauchão 2017. Desde a segunda rodada, quando o time superou o Grêmio no Centenário por 2 a 1, o grupo aposta muito nessa jogada. Naquela oportunidade, o centroavante Gilmar marcou o segundo gol após cobrança de escanteio. E o aproveitamento desses lances se deve a qualidade na batida da bola de um pé direito.

O garçom grená no Estadual é o meia-atacante Reis. Como se diz na linguagem do futebol, ele está consagrando seus companheiros. Além de Gilmar, os zagueiros Jean e Edson Borges também marcaram com suas assistências. Como a previsão é de um clássico pegado e decidido nos detalhes, o ¿Reis da assistência¿ é um possível protagonista do Ca-Ju 281, sábado, no Alfredo Jaconi.

Criado no Estado do Pará, mais precisamente no clube do Remo, o meia-atacante diz estar acostumado com os clássicos. Lembra de muitos Re-Pa (Remo x Paysandu), onde afirma ter mais vitórias que tropeços. Como é um clássico que movimenta multidões no Estado do Norte do País, essa pressão dos torcedores por aqui é considerada positiva.

— A pressão é boa porque dá mais ânimo ao jogador. A torcida sabe que o clássico, para eles e para nós, é vida ou morte. Vamos lá para ganhar. Não tem diferença se for o Juventude, Grêmio ou Inter, vamos sempre entrar para vencer — diz o meia.

Reis também joga o favoritismo do jogo para o adversário. Leva em conta que o Ju venceu o Inter por 1 a 0 na última rodada, e o Caxias acabou derrotado pelo Veranópolis. Para os grenás, o principal objetivo é corrigir um erro que ficou muito claro na última rodada.

— Erramos muito gols. Displicência na frente do gol não pode acontecer, ainda mais contra o Juventude — encerra Reis.

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comUPA de Caxias é a única esperança de desafogar Postão 24 horas https://t.co/DMK0hRPkFB #pioneirohá 10 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comJuventude enfrenta Goiás com Dal Pozzo comemorando bom momento https://t.co/kGzXZllWjT #pioneirohá 38 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros