Cristiano Daros: Caxias não ficava fora de um Brasileirão há 22 anos - Esportes - Pioneiro

Coluna Digital09/03/2017 | 20h44Atualizada em 09/03/2017 | 20h44

Cristiano Daros: Caxias não ficava fora de um Brasileirão há 22 anos

Outro respingo do desastroso ano de 2015 cria um fato histórico para os grenás  

Cristiano Daros: Caxias não ficava fora de um Brasileirão há 22 anos Felipe Nyland/Agencia RBS
A responsabilidade de recolocar o Caxias no cenário nacional está nas mãos de Wagner (D) e companhia Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A confirmação da tabela da Série D, nesta quinta-feira, com São José-PoA, Novo Hamburgo, São Paulo-RG e sem o Caxias entre os representantes gaúchos, cria um fato histórico. Porém, muito ruim para os grenás. Desde 1994, o clube não ficava sem disputar uma divisão do Campeonato Brasileiro. Outro respingo do fatídico e desastroso ano de 2015. Só não deve ser o último.

Leia mais:
Novo Hamburgo, São José e São Paulo-RG conhecem seus grupos na Série D

Desde 1995, era comum a equipe grená estar em uma das divisões da competição nacional. Foram 15 edições de Série C, cinco de Série B e uma de Série D, neste período. Para este ano, ainda restava uma esperança, baseada no regulamento da Quarta Divisão, que dizia que os classificados para 2016 disputariam a edição 2017. O problema é que as vagas não contemplavam os rebaixados.

O mais difícil, é verdade, foi cometido em 2015. Quando os tantos problemas extra-campo fizeram a equipe ser rebaixada no Estadual e na Série C. no Brasileiro, mesmo com adversários fracos, o Caxias não venceu sequer uma partida e nem teve a possibilidade de sonhar em outro fim a não ser a queda.

Agora, está na mão de Luiz Carlos Winck, Wagner, Gilmar, Edson Borges, Jean, Pitol e todo o grupo que disputa o Gauchão 2017 recolocar o time de volta ao cenário nacional. Mas isso só para o ano que vem. De certo, apenas uma vaga pelo Estadual, que está no regulamento. As outras duas que seriam destinadas ao Rio Grande do Sul? #Descubra. Um mistério tão grande quanto os motivos que levaram o Caxias a ter duas quedas no mesmo ano.



 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com"Sensação é de que estamos inseguros sempre", diz prefeito de Vacaria após filho ser baleado em assalto https://t.co/4WTR5Uw9Sg #pioneirohá 4 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comManifestantes fazem cordão humano e bloqueiam o trânsito na Rua Sinimbu, em Caxias https://t.co/z4tERH8ZZe #pioneirohá 19 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros