Torcedor do Atlético Nacional está em Chapecó para dar seu apoio - Esportes - Pioneiro

Solidariedade01/12/2016 | 13h25Atualizada em 01/12/2016 | 17h29

Torcedor do Atlético Nacional está em Chapecó para dar seu apoio

Atitude mostra ligação entre os alviverdes do Brasil e da Colômbia

Torcedor do Atlético Nacional está em Chapecó para dar seu apoio Cristiano Estrela/Agencia RBS
Luiz Fernando Bolaño, torcedor do Atlético Nacional foi para Chapecó prestar apoio Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS
darci debona

A torcida do Atlético Nacional está emocionando o mundo pela demonstração de solidariedade com a Chapecoense. Abdicou do título, encheu estádio e gravou homenagens. Um torcedor do Atlético Nacional, Luiz Fernando Bolaño, está em Chapecó para prestar solidariedade aos torcedores da Chapecoense. E mais dois amigos estão chegando.  Ele explica a identificação com o clube catarinense.

— Somos verdes e brancos — disse, mostrando que por baixo da camisa do clube colombiano, já tem uma camisa da Chapecoense.

Luis Fernando Bolaño está há 15 dias no Brasil. Ele veio de carona para o país e sobrevivia vendendo caramelos. Estava em Curitiba, já aguardando o segundo jogo da final, marcada para 7 de dezembro. Já tinha assistido o confronto do seu time contra o Coritiba pela Sul-Americana. Também foi ao Paraguai, assistir o 1 a 1 contra o Cerro Portenho, na semifinal. Só não voltou para ver os jogos da Colômbia por falta de dinheiro.

Iria concentrar na final, que não vai mais acontecer.

— Quando soube da tragédia juntei um dinheiro e vim para cá — explicou.

Mesmo sem ter onde ficar, acabou sendo acolhido por torcedores da Chapecoense. E pretende ficar até o velório.

— Estou triste pelos familiares e por todos — falou.

Bolaño disse que ainda quer assistir um jogo da Chapecoense contra o Atlético Nacional.

— Será na final da Recopa — projeta.

Caso a Sul-Americana confirme dois campeões e reconheça o ato de abdicar do título encaminhado pelo Atlético Nacional isso pode mesmo acontecer.

Torcedores verdes e brancos do Brasil e da Colômbia estão por unidos por um sentimento. Um sentimento de solidariedade que nos torna mais humanos.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros