Parente fala em sequência do trabalho de Antônio Carlos e atenção ao Gauchão para o Ju - Esportes - Pioneiro

3 perguntas29/12/2016 | 09h01Atualizada em 03/01/2017 | 18h00

Parente fala em sequência do trabalho de Antônio Carlos e atenção ao Gauchão para o Ju

Apesar de jogar a Série B, técnico do Juventude disse que Estadual será importante para consolidar a nova comissão técnica

Parente fala em sequência do trabalho de Antônio Carlos e atenção ao Gauchão para o Ju Porthus Junior/Agencia RBS
Paulo César Parente foi promovido do time sub-20 para o profissional Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Paulo César Parente terá uma missão árdua em 2017. Ele foi o escolhido para substituir Antônio Carlos Zago e manter o nível recente de bons desempenhos e resultados do Juventude. Neste ano, o clube foi vice-campeão gaúcho e conseguiu o acesso à Série B. 

Para o ano que vem, não há uma prioridade estabelecida. Apesar de a participação na segunda divisão nacional ter um peso grande, estabelecer o trabalho da nova comissão técnica durante o Gauchão também é visto por Parente com um passo fundamental.

Leia mais:

Beto Campos mira vaga no mata-mata para o Novo Hamburgo
Técnico do VEC cita planejamento focado no Gauchão: "Um semestre por vez"
Gilson Maciel destaca evolução do São Paulo-RG: "O clube mudou"

A prioridade do Juventude é o Gauchão ou a Série B?
A prioridade são todos os campeonatos. O Juventude vai voltar a disputar a Série B depois de um longo tempo, mas o Gauchão é uma competição regional, também é importante. Nós precisamos disso para os jogadores novos, a comissão técnica nova mostrarem trabalho, terem sequência.

Como é substituir o Antônio Carlos, que fez um bom trabalho e foi para o Inter?
Para mim, particularmente, é um privilégio. É uma oportunidade única, estou satisfeito. Substituir o Antônio Carlos para qualquer treinador, poderia ter renome, haveria dificuldade pelos resultados que ele teve. Mas acredito muito nos jogadores que ficaram e nos que vão chegar. É um trabalho de confirmação, é dar continuidade ao trabalho. Tenho algumas ideias diferentes, mas o contexto geral é de sequência.

Com o seu histórico de treinador das categorias de base, a ideia é usar mais os jovens? Como fazer para que eles queiram permanecer no Juventude?
A ideia é aproveitar o máximo possível, dar condições para que eles subam ao profissional. Agora, precisamos avaliar a condição deles, do grupo que vai à Copa São Paulo. O próprio ambiente que o clube vive hoje faz com que os jogadores tenham a ambição de permanecer. O Juventude passou muito tempo na Série C, até na D, e agora subiu. Com 70% dos jogadores do elenco criados na base, há essa projeção. Os jogadores que vêm da base projetam um período longo dentro do clube.

Elenco do Juventude
Goleiros: Douglas Silva, Prezzi e Raul
Laterais: Alan Rodrigues, Duda, Pará, Ribeiro e Vidal
Zagueiros: Anderson Marques, Klaus, Douglas, Micael, Ruan e Vinícius
Volantes: Bruninho, Estevão, Fahel, Jean, Lucas, Sananduva, Vacaria e Wanderson
Meias: Allan Vencato, Felipe Lima e Wallacer
Atacantes: Caion, Caprini, Dieguinho, Dionas Bruno e Jeferson

*ZHESPORTES

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comIotti: vinho é melhor no garrafão ou na embalagem de plástico? https://t.co/qMG8K7ytDx #pioneirohá 28 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comSão José dos Ausentes registra geada ao amanhecer e mínima de 4ºC https://t.co/RNyAcz1LB8 #pioneirohá 54 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros