Roberto Tonietto se mostra cada dia mais sensibilizado para seguir como presidente do Juventude - Esportes - Pioneiro

Eleição no Ju01/11/2016 | 06h14Atualizada em 01/11/2016 | 15h37

Roberto Tonietto se mostra cada dia mais sensibilizado para seguir como presidente do Juventude

Existe um verdadeiro plano de convencimento no Estádio Alfredo Jaconi

Roberto Tonietto se mostra cada dia mais sensibilizado para seguir como presidente do Juventude Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Tonietto começa ceder à "pressão" para ficar Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Há dois assuntos que dominam as rodas de conversa no Estádio Alfredo Jaconi em tempo de férias dos jogadores: presidente e técnico para 2017. Todos querem as permanências de Roberto Tonietto e Antônio Carlos Zago no Juventude. Não são negociações fáceis, mas a possibilidade da dupla seguir no clube cresce a cada dia. O mandatário se mostra mais sensibilizado com as demonstrações de carinho dos torcedores, enquanto o treinador quer definir seu planejamento de carreira o quanto antes, diminuindo a margem para esperar propostas de outros clubes.

Recentemente, o presidente chegou a dizer que não seria candidato à reeleição. Porém, está ficando difícil manter a afirmação na ponta da língua e, aos poucos, Tonietto parece estar cedendo à "pressão" para ficar.

— Coloquei lá no ano passado, no início do processo eleitoral, que ficaria apenas um ano e sairia do cargo. O clube estava numa situação difícil, me convenceram e eu também queria fazer alguma coisa a mais pelo Juventude. A combinação continua a mesma, mas é claro que o sentimento mudou um pouco pelo ano que tivemos. Sinto que muitos querem que eu fique, os dirigentes, os funcionários, a comissão técnica, os torcedores em suas manifestações nas redes sociais, e isso toca o coração. É bom, é o reconhecimento do trabalho — admite o presidente.

O problema é um só: tempo para se dedicar ao cargo.

— Vou ter de colocar tudo isso numa balança. O que o clube precisa e o que ainda posso dar para o clube. Tenho muitos compromissos na minha empresa, quase nem fico mais em Caxias do Sul, estou sempre viajando. Acho que vamos encontrar alguém que possa se dedicar mais, há muitas pessoas preparadas para o cargo, mas vamos ver. São duas semanas para decidir, as inscrições de chapas são dia 15 e a eleição será dia 17. Em duas semanas, pode mudar muita coisa — diz Tonietto.

Até lá, o trabalho de persuasão de todos no clube vai seguir forte pelas bandas do Jaconi. Fora os resultados de campo, como o acesso à Série B do Brasileirão, os argumentos dos dirigentes são muitos.

— O Juventude precisa seguir com o trabalho de reestruturação. A liderança, o carisma e a credibilidade dele (Roberto Tonietto) são vitais para a boa sequência deste processo — afirma o vice de futebol Jones Biglia.

Waltinho pode ser o sucessor

Caso não seja possível convencer Roberto Tonietto, o nome mais forte da atual gestão para concorrer ao cargo seria o de Walter Dal Zotto Junior, vice-presidente de marketing e ex-presidente do clube.

— É um cara que conhece, já foi presidente. Além disso, trabalhou com a gente nessa gestão. Não falei muito com ele sobre isso, mas com certeza é um dos nomes mais fortes — concorda Tonietto.

Outros possíveis nomes seriam o do vice de patrimônio Luis Carlos Bianchi e do vice de futebol Jones Biglia. No entanto, os compromissos profissionais também são complicadores.

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comSociedade por João Pulita https://t.co/qBIhi6FDiD #pioneirohá 3 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFórum de Caxias do Sul não funciona durante o Dia da Justiça https://t.co/pKXVPahbDF #pioneirohá 33 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros