Colégio Murialdo transforma Caxias do Sul na capital gaúcha do Badminton - Esportes - Pioneiro

Futuro olímpico16/11/2016 | 08h06Atualizada em 16/11/2016 | 08h06

Colégio Murialdo transforma Caxias do Sul na capital gaúcha do Badminton

Atletas da escola disputarão o Campeonato Brasileiro da modalidade em Novo Hamburgo

Colégio Murialdo transforma Caxias do Sul na capital gaúcha do Badminton Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Equipe terá uma delegação de 27 atletas, entre 11 e 17 anos, divididos em várias categorias Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

O badminton não é um esporte popular no Brasil, mas esta realidade pode mudar nos próximos anos. As escolas estão apresentando aos alunos a peteca, como é conhecida, através das aulas de educação física. E, ganhando o interesse da gurizada, também trazem novos projetos de iniciação esportiva e formação de atletas. O Colégio Murialdo é um dos precursores do esporte em Caxias do Sul. A modalidade é praticada desde 2012 na escola e se tornou o carro-chefe do programa esportivo com Centro de Excelência em Badminton Murialdo/ Prefeitura de Caxias do Sul.

O programa tem apenas oito meses e já é referência no Estado. Os atletas do colégio lideram o ranking gaúcho. Até por isso, disputarão o Campeonato Brasileiro de Badminton, na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo, desta quinta-feira até domingo.

— Não íamos participar deste campeonato. Sequer tínhamos dinheiro para isso. Mas os resultados foram acontecendo e o presidente da Confederação Brasileira nos disse: "vocês têm que ir". O maior projeto do Estado tem que estar no Campeonato Brasileiro — conta Noeslem Lima, coordenador do programa.

Para viabilizar esta participação, todos tiveram que se envolver. Para garantir os R$ 10 mil necessários, várias iniciativas foram realizadas. O Centro conseguiu alguns patrocinadores e, com isso, irá levar uma delegação de 27 atletas ao Vale do Sinos, em Novo Hamburgo.

Crianças e adolescentes, de 11 a 17 anos, vão disputar as categorias simples, duplas e duplas mistas. Esta será a primeira experiência contra adversários do país e que possuem maior investimento, além de mais tempo de prática no badminton. Por isso, a meta não é tão exigente.

— O objetivo no Brasileiro é que alguns dos nossos atletas passem de fase. Os menores acreditamos que tenham chances de ganharem medalhas — ressalta o professor Noeslem Lima.

São apenas sete meses e o projeto já alcançou o status de referência no Rio Grande do Sul. Tornou Caxias a capital gaúcha do badminton e deu um passo importante para revelar talentos e, por que não, futuros atletas olímpicos de badminton formados em Caxias do Sul.

Alessandra está empolgada com a disputa de um campeonato nacional

Alessandra do Santos é a líder do ranking gaúcho na categoria sub-17 Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Os resultados do Murialdo surpreendem no Estado. Isso se deve aos talentos que praticam a modalidade em Caxias do Sul. Hoje, a equipe tem três atletas líderes do ranking gaúcho: Gabriel Correia no sub-13, Juliana Xavier no sub-13 e Alessandra dos Santos no sub-17. 

Alessandra tem 16 anos. Começou a jogar badminton há sete meses. E também está surpresa com os resultados.

— Nem nós sabemos como conseguimos esses resultados tão rápidos. Mas acredito que foi através da dedicação nos treinos, e o treinador nos puxando bastante — afirma Alessandra.

Se os resultados estaduais animam a adolescente, disputar o primeiro Campeonato Brasileiro fascina ainda mais. A ficha só deve cair, mesmo, quando a competição nacional começar para valer, nesta quinta-feira.

— Eu nem estou acreditando que vou jogar. Chegar lá e ter aquela quadra verdinha nos esperando. Ainda não caiu a ficha — diz Alessandra, emocionada.

Ela conheceu a modalidade ainda quando estudava na Escola Municipal São Vitor, em 2014. Entretanto, só neste ano o badminton virou sua modalidade esportiva. E o encantamento se deve a um motivo bem particular.

— É um jogo individual e eu gosto de jogar individual. Na dupla, dependemos um pouco do outro, mas na categoria de simples é cada um por si — destaca a adolescente.

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFórum de Caxias do Sul não funciona durante o Dia da Justiça https://t.co/pKXVPahbDF #pioneirohá 30 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAmistoso entre Grêmio e Flores da Cunha em 1986 https://t.co/Ki6vamPmJc #pioneirohá 30 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros