Seleção de Tite joga bonito e goleia a Bolívia por 5 a 0 na Arena das Dunas - Esportes - Pioneiro

Eliminatórias06/10/2016 | 23h51Atualizada em 07/10/2016 | 07h46

Seleção de Tite joga bonito e goleia a Bolívia por 5 a 0 na Arena das Dunas

Foi a terceira vitória consecutiva do Brasil sob comando do técnico caxiense 

Seleção de Tite joga bonito e goleia a Bolívia por 5 a 0 na Arena das Dunas Pedro Martins/Mowa Press
Neymar (E) e Coutinho marcaram na goleada brasileira Foto: Pedro Martins / Mowa Press

Foi um treino de luxo. E que luxo. A Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 5 a 0 e poderia ter feito mais. Porque o Brasil sob o comando de Tite joga um futebol eficiente e, ao mesmo tempo, envolvente. Isso justifica em parte os 100% de aproveitamento sob seu comando e a ascensão do sexto para o segundo lugar e a perspectiva de assumir a liderança na terça-feira. Os brasileiros enfrentam a Venezuela, em Mérida, enquanto o Uruguai, primeiro colocado, vai até Barranquila encarar a Colômbia.

A Seleção trabalhou 43 minutos no primeiro tempo para fazer 4 a 0. Mas trabalhou bem e muito. O time sob o comando de Tite não marca. Sufoca. Avança suas linhas e ataca o adversário quase em sua área. Quando não dentro dela. O primeiro gol surgiu de uma roubada de bola de Neymar — como havia acontecido contra a Colômbia. O craque roubou a bola de Raldés, tocou para Gabriel Jesus e recebeu de volta com o gol aberto para fazer 1 a 0.

Leia mais
Com gol no último minuto, Colômbia derrota Paraguai pelas Eliminatórias
Uruguai goleia a Venezuela e se consolida na liderança isolada
Equador goleia o Chile e se recupera nas Eliminatórias

Neymar também participou do segundo. A origem do lance teve ele desarmado depois de driblar três. A bola voltou para pés brasileiros. Giuliano tocou em Daniel Alves, recebeu passe de calcanhar e entrou área adentro. Driblou o zagueiro e tocou para Philippe Coutinho fazer 2 a 0. Aos 37, com a marcação no ataque, mesmo com o 2 a 0, a Seleção recuperou a bola. Neymar acionou Filipe Luís, que fez 3 a 0. Um minuto antes, ele levou cartão amarelo ao se envolver em confusão com um boliviano. Foi o segundo, o que o tira do jogo de terça-feira.

Foto: Vanderlei Almeida / AFP

O primeiro tempo acabou com um gol típico daqueles que vemos nos campeonatos europeus. Fernandinho roubou a bola na meia-lua e acionou Gabriel Jesus. No grande círculo, ele lançou Neymar e saiu a jato para, dentro da área, receber e encobrir o goleiro com toque suave. Tite ainda esperou 20 minutos no segundo tempo para mudar o time. Entraram Firmino, Willian e Lucas Lima. Firmino, aos 29, fez o quinto. Foi um lance do Liverpool, já que o escanteio foi cobrado por Coutinho. A noite em Natal acabou em festa. E em gritos de "Tite, Tite". 

Foto: Pedro Martins / Mowa Press

Brasil (5)
Alisson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Filipe Luís; Fernandinho; Phillipe Coutinho, Giuliano (Lucas Lima, 31/2º), Renato Augusto e Neymar (Williian, 21/2º); Gabriel Jesus (Firmino, 21/2º). Técnico: Tite

Bolívia (0)
Lampe; Edemir Rodriguez, Zenteno, Raldés e Bejarano; Meleán, Azogue, Jhasmani Campos (Vaca, 18/2º; Juan Arce (Ramallo, 9/2º), Duk (Pablo Escobar, 33/2º) e Marcelo Moreno. Técnico: Guillermo Hoyos. 

Gols: Neymar, aos 10min, Philippe Coutinho, aos 25min, Filipe Luís, aos 38min, e Gabriel Jesus, aos 43min, do primeiro tempo. Firmino, aos 29min do segundo.

Cartão amarelo: Neymar (B), Meleán e Azogue (B)

Arbitragem: Wilson Lamouroux, auxiliado por Alexander Guzman e Eduardo Diaz (trio colombiano)

Local: Arena das Dunas, em Natal

Próximo jogo:
11/10
Venezuela x Brasil 
Estádio Metropolitano de Mérida (21h30min)

 
 

Siga @pioneiroonline no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEnsaio geracional histórico, "Blow-up" volta aos cinemas restaurado https://t.co/9cUVSKpLC2 #pioneirohá 53 segundosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comErro faz Daer cancelar licitação para conserva de trecho da Rota do Sol https://t.co/Fd3PdfeyJ7 #pioneirohá 31 minutosRetweet
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros