Conheça um pouco mais do Flores da Cunha FC, o novo time profissional da Serra - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Novidade em campo16/01/2016 | 06h01

Conheça um pouco mais do Flores da Cunha FC, o novo time profissional da Serra

Clube está realizando peneira para seleção de atletas do sub-20 e sub-23

Conheça um pouco mais do Flores da Cunha FC, o novo time profissional da Serra Roni Rigon/Agencia RBS
Novo clube promove para selecionar jovens jogadores Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
A cidade da Vindima a partir de 2016 também será do futebol. Em um projeto bem estruturado e que conta com a parceria do poder público, foi consolidado no final do ano passado o Flores da Cunha Futebol Clube. Desde o início de janeiro, o grupo gestor +trabalha intensamente na organização da equipe. O novo clube serrano parte inicialmente da profissionalização da Apafut, de Caxias do Sul.

O time, idealizado por Josué Romero e Jeferson Borges, mantinha escolinhas na Universidade de Caxias do Sul (UCS) até a categoria sub-17 e disputou nos últimos anos as principais competições de categorias de base do Estado. Faltava o aporte para crescer. Exatamente aí que entram o empresário Fernando Otto, que já investia no projeto, e o coordenador de futebol Fábio Caponi.

— Idealizei o projeto quando sai do Criciúma na metade do ano passado. Começamos a procurar investidores interessados. Tenho um ótimo relacionamento com o Otto e ele prontamente abraçou a ideia. Acabei ficando como coordenador e procuramos dois ou três clubes inicialmente, mas quando chegamos em Flores da Cunha e, pela estrutura e receptividade que tivemos, a gente resolveu optar por realizar aqui — explica Caponi.

Para se tornar profissional, a Federação Gaúcha de Futebol exige que o clube participe de competições de base por três anos. Pela parceria firmada com a prefeitura de Flores da Cunha, que irá ceder o Estádio Homero Soldatelli, o time terá o nome da cidade nas categorias sub-20 e no profissional. Em 2016, a equipe estreia na Terceirona Gaúcha, na qual disputam atletas até 23 anos.

Estreia no comando

Natural de Carazinho, Franco Rafael Müller terá no Flores da Cunha a sua primeira oportunidade como treinador. O profissional de 36 anos ingressou na carreira ainda em Cuiabá, onde foi morar com a família quando pequeno. Por lá, iniciou o curso de Educação Física e trabalhou na escolinha do clube local.

Em 2007, veio ao Grêmio para trabalhar na base, onde permaneceu por três anos. Depois, ainda passou por Juventude e Caxias antes de ir para o Vasco por indicação de amigos. Quando o técnico Paulo César Gusmão deixou o clube, convidou Franco para trabalhar com ele.

— Fui auxiliar nos times que ele passou nas últimas cinco temporadas, em clubes de Série A e Série B, com pessoas que me ajudaram muito. Mas você tomar frente e ser o treinador é um novo caminho. Nada melhor do que começar também em um novo projeto — explica.

Desde o último dia 11, o Flores da Cunha está realizando uma seletiva de atletas para as categorias sub-20 e sub-23. Nos primeiros dias, mais de 80 jovens compareceram aos treinos. A ideia do clube é definir um grupo de 30 jogadores para disputar as competições de 2016.

Pioneiro

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros