Caxias perde para o Novo Hamburgo e está rebaixado para a segunda divisão do futebol gaúcho - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Rebaixamento05/04/2015 | 18h07

Caxias perde para o Novo Hamburgo e está rebaixado para a segunda divisão do futebol gaúcho

Leandrão e Magrão marcaram os gols do time do Vale do Sinos para desespero da torcida grená

Caxias perde para o Novo Hamburgo e está rebaixado para a segunda divisão do futebol gaúcho Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O drama grená no Gauchão 2015 teve na tarde deste domingo o pior desfecho possível. No Estádio do Vale, o time grená perdeu para o Novo Hamburgo por 2 a 1 e foi rebaixado para a segunda divisão do futebol gaúcho. Leandrão e Magrão marcaram os gols que sepultaram as esperanças de cerca de 400 torcedores que foram apoiar o Caxias no Vale do Sinos.

FOTOS: confira os melhores lances da partida
MINUTO A MINUTO: veja como foi partida

O time do técnico Hélio dos Anjos começou melhor que o Novo Hamburgo no primeiro tempo. Na empolgação de Léo Carioca surgiu a primeira grande chance. Aos 15, após cobrança de Rafael Carioca, o zagueiro mandou com o pé direito na risca da pequena área, para grande defesa do goleiro.

O experiente time de Roger Machado aos poucos foi entrando na partida. Aos 23, Leandrão apareceu livre na área e só não marcou porque Edmilson apareceu no último momento para desviar o chute do atacante. Foram as duas principais jogadas em 45 minutos de muita disputa e pouca qualidade técnica de ambos os lados.

— Nosso time não jogou ofensivamente. Precisamos de uma participação maior de alguns jogadores — alertou Hélio dos Anjos no intervalo.

Com Baiano no lugar de Patrick e Tallys no de Paulinho, o Caxias voltou para os seus últimos 45 minutos do Gauchão 2015. Mas foi o Novo Hamburgo, que voltou sem alterações, quem fez o que precisava.

A 3 minutos, Leandrão, recebeu pela direita e, de fora da área, mandou uma bomba no alto. O goleiro Thiago Rodrigues errou o tempo da bola e não evitou que ela fosse para o fundo da rede. 1 a 0 para o time do Vale.

Aos 7, Rafael Carioca cometeu um erro infantil ao falhar no domínio de bola e Thiago Rodrigues teve que cometer pênalti em Márcio, que ia marçar o gol. O goleiro grená foi expulso e David precisou sair para a entrada de Pablo. Para evitar o pior, Pablo defendeu a cobrança de Leandrão. Quase ao mesmo tempo da defesa de Pablo, o Lajeadense buscava o empate após ter saído perdendo para o São Paulo, no jogo que interessava diretamente ao Caxias.

E aos 20, na primeira chegada ao ataque no segundo tempo, Vanderlei recebeu de Rafael Carioca e bateu firme para empatar. 1 a 1. Precisando de um gol no Vale, ou de um gol do Lajeadense em Rio Grande, o Caxias foi atrás do prejuízo na empolgação do gol de empate. Mas do outro lado, o adversário também precisava da vitória e com isso o jogo ficou aberto.

Aos 37, Lucas Crispin recebeu livre na área e bateu firme, mas a bola explodiu em cima de Baiano, que evitou o gol. Aos 39, Baiano cruzou da esquerda e Vanderlei cabeceou com desvio da defesa, perdendo boa chance.

Aos 44, o golpe final. Após jogada pela direita, a bola sobrou para Magrão próximo à marca do pênalti. O meia bateu firme, sem chances para Pablo. 2 a 1. O Novo Hamburgo garantia sua classificação e o Caxias conhecia o primeiro rebaixamento desde que passou a se chamar SER Caxias, em 1975.



 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros