Em duelo decidido nos segundos finais, Caxias do Sul Basquete perde para o Vitória por 76 a 72 - Basquete Caxias do Sul - Esportes: notícias sobre o Caxias e Juventude e mais - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

NBB 823/03/2016 | 22h07

Em duelo decidido nos segundos finais, Caxias do Sul Basquete perde para o Vitória por 76 a 72

Com o resultado, equipe caxiense precisará vencer o Pinheiros na última rodada para brigar pela vaga nos playoffs

Em duelo decidido nos segundos finais, Caxias do Sul Basquete perde para o Vitória por 76 a 72 Porthus Junior/Agencia RBS
Em confronto direto, Caxias teve altos e baixos e acabou derrotado no Vascão Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
O Caxias do Sul Basquete/Banrisul desperdiçou uma grande chance de confirmar presença nos playoffs do NBB 8. Na noite desta quarta-feira, em um duelo decidido nos segundos finais, a equipe perdeu o Vitória por 76 a 72, em confronto direto disputado no Ginásio Vascão.

Confira a galeria de fotos da partida

A classificação e a tabela do NBB 8

O time do técnico Rodrigo Barbosa segue na disputa pela vaga e agora soma oito vitórias e 19 derrotas, com 35 pontos. Segue na 11ª posição, mas com jogos a mais que os principais adversários.

O grande destaque da partida foi o ala/pivô espanhol Calvo, que marcou um duplo-duplo, com 28 pontos e 10 rebotes. A dupla Betinho e Rafael comandou o ataque caxiense, anotando 19 pontos cada. Na última rodada da primeira fase, o Caxias encara o Pinheiros, na próxima terça-feira, dia 29, novamente no Vascão.

O jogo começou movimentado e com uma sequência de bolas de três. Aos poucos, o time caxiense conseguiu controlar o adversário na sua defesa e passou a ter nos contra-ataques a arma para abrir vantagem. Em cinco minutos, o Caxias fez 15 a 9 e obrigou o técnico do Vitória a pedir tempo.

Com um jogo coletivo eficiente e bom aproveitamento nos chutes de longa distância, a equipe caxiense manteve o bom ritmo e abriu ainda mais vantagem ao final da parcial: 26 a 15.

No segundo período, a qualidade do confronto caiu drasticamente. O Vitória começou melhor na defesa e marcou os sete primeiros pontos, reduzindo a diferença. Por outro lado, o Caxias, que havia trocado praticamente todo time, demorou mais de quatro minutos para fazer a primeira cesta. Com erros seguidos nos lances livres e muitas dificuldades no ataque, o time caxiense abriu a brecha para a recuperação baiana.

Foram apenas sete pontos anotados pela equipe caxiense no quarto, o que possibilitou ao Vitória virar o placar e ir para o intervalo na frente: 37 a 33.

No retorno do vestiário, o baixo rendimento do Caxias não se repetiu. Com uma postura agressiva na marcação, o time da casa logo recuperou o ritmo apresentado no início do jogo. Com isso, logo virou a partida e chamou o torcedor para jogar junto.

A partir daí, o duelo ficou muito equilibrado e disputado bola a bola. Com Betinho, Marcão e Rafael comandando as ações ofensivas, o Caxias foi para os 10 minutos finais vencendo por um ponto: 53 a 52.

A necessidade de vitória dos dois times trouxe um nervosismo extra para o último quarto. O ala/pivô espanhol Calvo era a referência, mas no momento decisivo todo o grupo baiano passou a ter ótimo aproveitamento, especialmente pelos espaços deixados pelo Caxias. Com isso, em cinco minutos, abriu 10 de vantagem: 71 a 61.

Após o segundo pedido de tempo de Rodrigo Barbosa, o Caxias reagiu e voltou a reduzir a diferença para cinco pontos. Com mais duas defesas excelentes e convertendo as bolas no ataque, empatou o jogo, quando restavam 1m39s.

A partir daí, com a vaia do torcedor ecoando no ginásio, o Vitória jogou sob pressão e Calvo acertou dois lances para os visitantes. Só que, com 30 segundos para decidir o jogo, Gustavinho refugou o arremesso, Rafael perdeu a bola, o Caxias desperdiçou o ataque e precisou fazer falta em Edu. O ala acertou apenas o primeiro arremesso e manteve o time caxiense vivo.

Na sequência, foi a vez de Rafael ir para o lance livre, fazer o primeiro e errar o segundo propositalmente. Porém, o rebote parou em Calvo, que definiu o jogo em dois arremessos de lance livre. Final, 76 a 72 para o Vitória.

Pioneiro

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros