Com ginásio lotado, Caxias do Sul Basquete faz grande jogo, mas perde para o Brasília por 91 a 82 - Basquete Caxias do Sul - Esportes: notícias sobre o Caxias e Juventude e mais - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

NBB 804/11/2015 | 21h56

Com ginásio lotado, Caxias do Sul Basquete faz grande jogo, mas perde para o Brasília por 91 a 82

Time da casa saiu aplaudido após atuação aguerrida contra um dos favoritos do torneio

Com ginásio lotado, Caxias do Sul Basquete faz grande jogo, mas perde para o Brasília por 91 a 82  Felipe Nyland/Agencia RBS
Ginásio Vascão ficou completamente lotado para estreia caxiense na elite Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Foi uma grande noite de basquete em Caxias do Sul. Com o ginásio Vascão completamente lotado, Caxias do Sul Basquete/Banrisul e CEUB/Brasília protagonizaram um duelo digno da estreia no NBB. No final, pesou a maior experiência e qualidade dos visitantes que venceram por 91 a 82.

GALERIA DE FOTOS: confira imagens da partida

O cestinha da partida foi Alex, do Caxias do Sul, com 27 pontos O pivô Ronald foi o destaque dos visitantes e marcou 22. O Caxias entra em quadra novamente nesta sexta-feira, às 20h05min para enfrentar o Minas, pela segunda rodada.

Nesta quarta-feira, 998 torcedores estiveram no Vascão e presenciaram um jogo histórico.O estreante no NBB começou a partida com uma postura que surpreendeu o tradicional Brasília. Com uma defesa firme e atuando em alta velocidade, o time do técnico Rodrigo Barbosa equilibrou as ações desde o primeiro minuto. Os arremessos certeiros de Guto, Alex e Rafael levantaram o torcedor e o Caxias do Sul encerrou a primeira parcial na frente do placar: 23 a 19.

Saiba tudo sobre o Caxias no NBB8 acessando a página especial

A raça demonstrada em quadra pela equipe caxiense conseguiu fazer diferença em relação aos jogadores de maior renome do adversário. Mesmo com as modificações, o Caxias do Sul manteve a intensidade e a dianteira no placar durante boa parte do segundo período. Se o aspecto coletivo fez a diferença no começo, o ala Alex chamou a responsabilidade na reta final do quarto e foi para o intervalo como cestinha da partida com 13 pontos anotados.

Só que o experiente Brasília também tinha as suas armas. Com arremessos precisos de média e longa distância, o time do Distrito Federal virou o jogo nos dois minutos finais e foi para o intervalo em vantagem: 42 a 37.

No retorno do intervalo, com uma defesa mais agressiva, o time visitante trouxe maiores dificuldades ao grupo caxiense, que demorou a se encontrar. Além disso, o ala/pivô Guilherme Giovanonni passou a mostrar porque é presença frequente na seleção brasileira na última década e teve ótimo aproveitamento nos tiros de dois pontos.

Abusando dos lances dentro do garrafão e aproveitando a maior força física de alguns dos seus atletas, o Brasília abriu vantagem: 71 a 54.

Com o ritmo de quem estava atuando até poucos dias na Liga Sul-Americana, o Brasília soube controlar a partida nos minutos inicias do último quarto. Porém, novamente o time caxiense mostrou força e, com o apoio da torcida, diminuiu a vantagem para nove pontos quando restavam seis minutos para o fim do jogo em duas cestas de Diego.

A partir daí, o que se viu foi muita qualidade de lado a lado. Os dois times alternaram lindos arremessos de longa distância e muita velocidade na transição da defesa para o ataque.

No final, vitória do Brasília por 91 a 82. O torcedor que lotou o Vascão aplaudiu de pé o bom desempenho do time da casa, que deixou uma ótima impressão contra um dos adversários mais qualificados do torneio. Foi um grande jogo. E foi só o primeiro.

Pioneiro

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros