Sindilojas notifica a prefeitura de Caxias extrajudicialmente para cobrar ações contra ambulantes - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Caixa-Forte16/11/2020 | 12h02Atualizada em 16/11/2020 | 12h24

Sindilojas notifica a prefeitura de Caxias extrajudicialmente para cobrar ações contra ambulantes

Entidade solicita ser atendida em 10 dias e afirma que tomará as medidas judiciais se não houver ações efetivas

Sindilojas notifica a prefeitura de Caxias extrajudicialmente para cobrar ações contra ambulantes Cristhian Silva/Divulgação
Sindilojas solicita intensificação da fiscalização ao comércio ambulante Foto: Cristhian Silva / Divulgação

O Sindilojas protocolou ​ no gabinete do prefeito de Caxias do Sul uma notificação extrajudicial para solicitar a intensificação das fiscalizações e ações de combate ao comércio ambulante ilegal nas vias públicas do Centro.

A notificação é direcionada ao prefeito Flávio Cassina, mas este movimento ocorre, um dia depois das eleições, também como forma de chamar atenção dos candidatos a prefeito no segundo turno, Pepe Vargas (PT) e Adiló Didomenico (PSDB), para o problema. A presidente da entidade, Idalice Manchini, destaca que esta é a demanda mais preocupante para o setor.

Quer ler mais textos da coluna Caixa-Forte?  

_ O que a gente quer do novo prefeito é um comprometimento com essa questão dos ambulantes, porque é a principal cobrança dos nossos comerciantes, mas é importante para todos os cidadãos caxienses. O comércio regular fomenta toda a economia. Até para o turismo, porque precisamos primeiro arrumar a casa _ aponta Idalice.

A notificação é a medida mais forte já tomada pela entidade em relação ao assunto e visa também proteger o comércio legal para a movimentação maior prevista para a Black Friday e as festas de fim de ano, o que também pode ajudar a compensar as perdas sofridas na pandemia.

_ A gente tentou todas as maneiras, até tivemos abertura para conversar, mas não conseguimos uma ação efetiva e não podemos deixar assim _ ressalta a presidente do Sindilojas.

A entidade solicita ser atendida em 10 dias e afirma que tomará medidas judiciais se não houver ações efetivas neste prazo.

Leia também
"Eles se comprometeram a facilitar a vida dos empreendedores", destaca presidente da CIC sobre candidatos eleitos para o segundo turno



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros