Redução nas vendas para o Dia das Crianças deve ser de 25%, projeta CDL Caxias - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Comércio01/10/2020 | 18h45Atualizada em 01/10/2020 | 18h45

Redução nas vendas para o Dia das Crianças deve ser de 25%, projeta CDL Caxias

Tíquete médio será de R$ 198

Redução nas vendas para o Dia das Crianças deve ser de 25%, projeta CDL Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

As vendas para os Dias das Crianças deste ano em Caxias do Sul devem ter redução de até 25%. A estimativa é da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) com base em uma pesquisa realizada entre os dias 12 e 20 de setembro e divulgada nesta quinta-feira (1º). Dos entrevistados, 40,31% disseram que pretendem presentear nesta data — em 2019, eram 56,78%, e em 2018, 57,69%. 

Leia mais
Dia das Crianças com gastos, local e data de compra diferentes

Apesar da projeção de baixa nas vendas, o levantamento demonstra que os impactos econômicos em decorrência da covid-19 estão em ritmo de desaceleração no comércio caxiense: apenas 17% dos entrevistados alegaram que a pandemia afetará muito suas compras para a data. Para efeitos de comparação, em maio, no Dia das Mães, esse índice chegou a 59% e em agosto, no Dia dos Pais, a 50%. 

A pesquisa mostra também que, com a perda de poder aquisitivo, o tíquete médio, ou seja, quanto o consumidor pretende gastar com o presente, diminuiu: será de R$ 198, uma redução de R$ 30 em relação a 2019. Entre os artigos que terão a preferência dos clientes estão brinquedos, com 46,71%, e roupas e calçados, com 36,85%. 

— Provavelmente, teremos uma redução de 14% no valor do investimento para a data. Caiu o poder aquisitivo da população e o consumidor não está confortável com a situação que estamos vivendo, sem previsibilidade de cenário. Percebemos isso nas respostas conservadoras da pesquisa. As pessoas não sabem se terão dinheiro, se estarão empregadas, por exemplo — explica o gerente administrativo financeiro da CDL, Carlos Alberto Cervieri.  

O levantamento apurou ainda que 45,77% dos presentes serão para os filhos, 22,54% para os afilhados e 16,20% para os sobrinhos. Cerca de 31% das crianças escolherão o que vão ganhar. Além disso, mais de 45% dos entrevistados afirmaram que farão as compras para o Dia das Crianças na semana da data e 31%, na véspera. 

A pesquisa de intenção de compras da CDL Caxias foi realizada com 387 moradores de diferentes pontos de Caxias do Sul. O levantamento tem índice de confiança de 95% e margem de erro de 5% para mais ou para menos.           

A PESQUISA

> 40,31% devem presentear neste Dia das Crianças (em 2019, eram 56,78%, e em 2018, 57,69%).
> 45,77% dos presentes serão destinados aos filhos, seguido de afilhados (22,54%), de sobrinhos (16,20%) e de netos (13,38%).
> 97,85% dos consumidores vão adquirir produtos no comércio local.
> 73,5% dos entrevistados consideram importante priorizar o varejo caxiense em meio à crise econômica, sendo que 44,37% adquirem produtos exclusivamente na cidade.
> 17,31% dos entrevistados disseram que as compras para a data serão muito afetadas pelo coronavírus; 61,54% afirmaram que prejudica pouco; e 21,15%, em nada.
> O tíquete médio deve ser de R$ 198,11 por pessoa (em 2019, foi R$ 228, e em 2018, R$ 201,96).
> Brinquedos (46,71%), roupas e calçados (36,85%) e celulares, eletrônicos e games (8,55%) serão os itens mais procurados.
> 45,27% devem comprar na semana do Dia das Crianças (5 a 12 de outubro), 31,08%, na véspera, e 5,41%, no dia.
> 49% dos consumidores pretendem pagar em dinheiro, 32,45% no cartão de crédito e 15,23% no cartão de débito.

Leia também
Empresa da Serra é a mais lembrada pelos gaúchos
Ervanária Central aposta em loja virtual
Shopping da Serra alcança números próximos à pré-pandemia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros