Novo centro de eventos de Caxias do Sul tem dois grupos de investidores interessados - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Turismo e negócios21/09/2020 | 21h27Atualizada em 21/09/2020 | 21h27

Novo centro de eventos de Caxias do Sul tem dois grupos de investidores interessados

Local que receberá o empreendimento ainda não foi definido

Novo centro de eventos de Caxias do Sul tem dois grupos de investidores interessados Antonio Valiente/Agencia RBS
Atual espaço nos Pavilhões da Festa da Uva é considerado ultrapassado Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Pelo menos dois grupos estão interessados, de forma efetiva, em investir no novo centro de eventos de Caxias do Sul. Um deles é de São Paulo e o outro é da Itália. Mas, para isso, eles querem saber onde o empreendimento será construído. Três áreas já foram sugeridas pelo comitê responsável pelo projeto: Parque de Eventos da Festa da Uva, Jockey Clube e Campus 8 da Universidade de Caxias do Sul. 

Conforme o presidente do Caxias do Sul Convention & Visitors Bureau, Valmir dos Santos, os investidores também solicitam a forma de gestão do novo centro. Parceria público-privada é uma das possibilidades e, se essa forma a modalidade escolhida, o parque da Festa da Uva seria a melhor opção para receber a obra, segundo ele. 

– Por isso a necessidade de apressar a decisão. Se o centro for para a Festa da Uva, poderia entrar como PPP – diz o presidente do Convention Bureau caxiense. 

Na última semana, o diretor executivo da CIC, Gelson Dalberto, apresentou o projeto para os conselheiros da empresa Festa da Uva. A próxima reunião do conselho, em 14 de outubro, terá a presença do presidente do Convention para detalhar a proposta. O secretário Extraordinária de Parcerias do Governo do Estado, Bruno Vanuzzi, deve ser convidado para participar do encontro para falar sobre PPPs. 

O projeto do novo centro de eventos prevê anfiteatro e arena de esportes, espaço para feiras e auditório e um centro integrado com lojas, restaurantes e administração. O custo total estimado é de R$ 204,89 milhões – valor que não inclui o terreno, somente obra e mobiliário. A área total do empreendimento soma 95 mil metros quadrados. 

O comitê é formado por Convention, CIC e MobiCaxias. 

Leia também
Prefeitura de Caxias do Sul recorre novamente ao STJ no Caso Magnabosco
Primavera será marcada por chuvas irregulares na Serra e em grande parte do RS
"Dei uma mãozinha para a Codeca", diz pré-candidato a prefeito de Caxias em publicação recolhendo lixo

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros