Sindicato promete auxiliar na fiscalização para garantir mercados fechados aos domingos em Caxias - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Restrições25/06/2020 | 14h10Atualizada em 25/06/2020 | 14h10

Sindicato promete auxiliar na fiscalização para garantir mercados fechados aos domingos em Caxias

Sindigêneros diz que fará reforço a equipes da prefeitura para que medida determinada em decreto seja seguida

Sindicato promete auxiliar na fiscalização para garantir mercados fechados aos domingos em Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A decisão da prefeitura de Caxias do Sul de determinar o fechamento de mercados aos domingos, com o objetivo de evitar a circulação de pessoas e aglomerações, conta com o apoio do Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios (Sindigêneros). O entendimento da entidade é que se trata de um esforço necessário no momento de avanço da pandemia. O assunto foi debatido com o setor na quarta-feira (24), antes do anúncio à comunidade.

O presidente da entidade, Eduardo Slomp, diz que o próprio sindicato vai ajudar a reforçar a fiscalização para garantir o cumprimento da nova norma. Ele conta que chegou a ser debatido o fechamento ainda nos sábados a partir do meio-dia. No entanto, o temor de que houvesse aglomeração nos demais dias levou à negociação para a restrição apenas aos domingos.

Apesar de afetar um dos únicos setores ainda não impactados com o fechamento de atividades, o presidente do Sindigêneros acredita que a determinação é necessária neste momento de avanço da doença em Caxias. A expectativa dele é que o cenário melhore dentro de 15 dias e, com isso, os mercados possam voltar a funcionar diariamente.

— Tem que ser um esforço de todos para melhorar, para ver se passa por essa fase que está passando no planeta inteiro.

Leia mais
Shoppings e mercados fechados aos domingos e parques sem aglomerações: confira novas regras da prefeitura de Caxias

O poder de aplicar as penalidades é apenas do município. Mercados abertos serão notificados. Em caso de reincidência, serão multados em R$ 35 mil. Se for novamente flagrado aberto ao domingo, o estabelecimento poderá ter o alvará cassado. A equipe da prefeitura é de 14 fiscais. Conforme o secretário do Urbanismo, João Uez, não há condições de aumentar esse número porque só pode assumir a função quem é concursado para ela. No entanto, a administração municipal vai contar com a ajuda da Brigada Militar, além de mobilizar a Guarda Municipal para verificação dos locais.

Além de fiscalizar os mercados, as equipes terão de ir a parques e a shoppings, que também deverão fechar no domingo. Uez explica que no último final de semana cerca de mil pessoas foram dispersadas do Jardim Botânico e seguiram para a Lagoa do Rizzo, de onde também foram orientadas a sair. A ideia é atuar dessa mesma forma no próximo domingo. Conforme Uez, existe uma preocupação em relação à possível entrada na bandeira vermelha da região no sistema de distanciamento controlado do governo do Estado.

— Uma entrada novamente em uma bandeira vermelha não é mais uma semana e sim 15 dias. São alternativas que estamos buscando junto à comunidade. A cidade não pode morrer na área da saúde e nem na economia — comenta.

Na quarta-feira, a prefeitura também se reuniu com representantes de sindicatos que representam indústrias, mas conforme Uez, por enquanto, não existe previsão de decretos com medidas mais restritivas para o setor.

A reportagem procurou as assessorias de imprensa do Zaffari, do Big, do Iguatemi e do Bourbon San Pellegrino para comentarem o assunto, mas até as 13h30min, não recebeu retorno. A rede Andreazza diz que seguirá as normas (confira a nota completa abaixo). O Shopping Prataviera informou que não há impacto nas atividades do estabelecimento porque tradicionalmente não abre aos domingos. 

Nota da rede Andreazza:

Conforme decreto municipal, os supermercados devem, a partir de agora, fechar aos domingos.

Esta medida foi debatida entre os sindicatos representativos do comércio e a prefeitura para adotar as medidas necessárias para conter o avanço do novo coronavírus em nosso município.

A rede de Supermercados Andreazza cumpre, desde sempre, todas as normas estabelecidas pelos governos e organizações de saúde para garantir a saúde e o bem-estar de clientes e funcionário no ambiente de compras.

Leia também
Mesmo com ação judicial, prefeitura de Caxias mantém plano de fazer convênio com a UCS para gestão da UPA
Câmeras registram momento da morte em supermercado de Vacaria durante briga por uso de máscara
Secretaria vai dobrar número de fiscais para verificar lotação do transporte coletivo em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros