Entidades comemoram permanência da Serra na bandeira laranja - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Distanciamento controlado29/06/2020 | 19h36Atualizada em 29/06/2020 | 19h57

Entidades comemoram permanência da Serra na bandeira laranja

CDL, Sindilojas e Simecs foram as primeiras associações a emitir nota, ainda na tarde de segunda-feira (29)

Entidades comemoram permanência da Serra na bandeira laranja Antonio Valiente/Agencia RBS
Em textos das assessorias das entidades o tom é de "comemoração" pela manutenção da bandeira laranja Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Na tarde de segunda-feira (29), empresários de Caxias do Sul aguardavam com ansiedade o anúncio do governador do estado Eduardo Leite (PSDB), a respeito de qual bandeira, enfim, a Serra gaúcha teria na classificação do distanciamento controlado no Rio Grande do Sul. Na última sexta-feira, havia a indicação de bandeira vermelha, que restringiria o, sobretudo o comércio. No entanto, depois de receber as justificativas dos prefeitos da região, o governador voltou atrás e manteve a região na bandeira laranja

Leia, a seguir, a posição de algumas das entidades de Caxias do Sul.

CDL
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul (CDL), comemora a manutenção da bandeira laranja, pois permitirá o funcionamento do comércio com metade dos funcionários. Em um trecho da nota, emitida pela entidade, diz: “A permanência na classificação dará um respiro às empresas em meio ao cenário devastador causado pela recessão econômica, que está provocando queda nas comercializações e, consequentemente, nos postos de trabalho”.

—Este é um esforço conjunto, uma força-tarefa de toda a população. Precisamos manter todos os cuidados para não regredir e acabarmos sendo classificado nas bandeiras vermelha e preta. Faço um apelo para que todos usem máscaras, tenham os devidos cuidados com a higiene e etiqueta respiratória. Precisamos da colaboração da comunidade caxiense — frisa o presidente da CDL Caxias, Renato S. Corso.

Leia ainda
Confira os argumentos para barrar a bandeira vermelha
Serra fica na bandeira laranja no sistema de distanciamento após revisão do governo estadual 

Sindilojas
O Sindicato do Comércio Varejista de Caxias do Sul (Sindilojas), além de comemorar o resultado, enaltece a mobilização da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), que, segundo a entidade, contribuiu para que ​o comércio se mantivesse aberto.

A presidente do Sindilojas, Idalice Manchini, ressalta também a importância de apenas um membro de cada família ser responsável por fazer as compras: 

— Estamos firmes no propósito de conscientizar as pessoas de que é desnecessário o acompanhamento da família para adquirir itens necessários para o dia a dia. Idosos e crianças, principalmente, devem ser preservados porque não há segurança para realizar passeios na área central da cidade ou em centros comerciais.

Simecs
O presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul e Região (Simecs), Paulo Spanholi enxerga como positiva a decisão do governo em reverter a cor da bandeira da região para laranja.  O empresário, no entanto, reitera a importância de seguir com os protocolos defendidos pelas autoridades de saúde.

—Diversas empresas já estavam em um cenário de retomada e, se nossa região passasse para a bandeira vermelha, teríamos que nos reorganizar novamente. Isso demandaria tempo e dinheiro, custos que muitas empresas não conseguiriam cobrir neste momento. Porém, essa decisão não anula os cuidados que precisamos ter em reforçar os protocolos de saúde e segurança. Pelo contrário! Para que possamos seguir nesse cenário e contribuirmos para minimizar os impactos da covid-19, precisamos, mais do que nunca, seguir as orientações das autoridades de saúde. Só assim, conseguiremos conciliar a retomada gradual da economia da nossa região e o cuidado com a saúde de toda a população, sem correr riscos de regredirmos.

Leia também
Prefeitura de Caxias do Sul confirma 1.072 casos positivos de coronavírus
Mais de 2,8 mil vagas de trabalho foram fechadas em Caxias no mês de maio
Nove leitos de UTI serão entregues nesta semana em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros