Nove em cada dez empresas da indústria da Serra registram queda de demanda entre março e abril - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Impacto28/04/2020 | 10h54Atualizada em 28/04/2020 | 10h54

Nove em cada dez empresas da indústria da Serra registram queda de demanda entre março e abril

Quase 25% das empresas indicaram também redução no faturamento

Nove em cada dez empresas da indústria da Serra registram queda de demanda entre março e abril Marcelo Casagrande / Agencia RBS/Agencia RBS
Para levantamento, Simecs ouviu 296 empresas da Serra Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Nove entre cada 10 empresas pesquisadas pelo Simecs sobre os efeitos do combate à covid-19 nas associadas da entidade indicaram queda na demanda após o começo da pandemia — 46% delas, queda acentuada. O Simecs é o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul e região. O resultado foi obtido de um total de 296 empresas respondentes, a maioria do setor metal mecânico, com perfil de micro ou pequena empresa.

Com relação ao quadro de pessoal, com impacto em contratações e demissões, uma em cada duas informou que houve queda, mas também uma em cada duas informou que o quadro se manteve estável, conseguindo evitar demissões.

Com base no levantamento de dados, o presidente do Simecs, Paulo Spanholi, destacou a dificuldade que as empresas terão daqui para a frente devido à pandemia:

— É evidente que a crise da covid-19 vem afetando de forma contundente o faturamento das empresas consultadas. Mais de 80% perceberam uma queda substancial na demanda. O cancelamento de pedidos, além da produção fabril limitada, demonstra o cenário desafiador que o setor enfrentará nos próximos meses.

Também foi destacada entre as empresas respondentes a aplicação das medidas trabalhistas. Redução de jornada de trabalho, home office, banco de horas e férias, acordadas na primeira convenção coletiva de trabalho extraordinária com o Sindicato dos Metalúrgicos foram importantes, na avaliação do Simecs, para as empresas conseguirem manter os seus funcionários durante a pandemia.

A entidade pretende fazer novo levantamento de dados no mês de maio.

Universo

:: Microempresa (até 19 funcionários) 41%
:: Pequeno porte (20 a 99 funcionários) 40%
:: Médio porte (100 a 499 funcionários) 17%
:: Grande porte (acima de 499 funcionários) 2%
Total: 296 empresas

Impacto na demanda

:: Queda intensa 46%
:: Queda 42%
:: Estável 11%
:: Aumento 1%

Impacto nas contratações e demissões

:: Queda intensa 14%
:: Queda 35%
:: Estável 51%
:: Aumento 0%

Principais impactos

:: Queda no faturamento 24,36%
:: Cancelamento de pedidos e encomendas 16,92%

Medidas tomadas em relação aos empregados mais citadas

:: Home office 17,6%
:: Banco de horas 15,14%
:: Férias de parte dos empregados 14,36%

Leia também
Pesquisa aponta mudanças de hábitos e tendências para o futuro do consumo na Serra
Randon comunica redução, suspensão e demissão voluntária
Agricultores de Caxias pedem que prefeitura decrete estado de emergência por conta da estiagem

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros